Páginas

* Um telefonema, uma emoção e uma reflexão...



Hoje cedinho, como sempre faço, em meio aos comentários por aqui, ligo para minha mãe, que mora em uma cidade vizinha , tem 82 anos e mora sozinha, por opção.
Bem, ao final do telefonema ela disse :
- Hoje há 69 anos atrás, eu estava no colégio, quando iniciou a 2ª Guerra mundial.
Foi uma coisa horrível aquela sensação!
Que coisa estranha o que senti após ouvir isso:ficou me martelando, mesmo enquanto eu fazia outras coisas.
Pensar na minha mãe assim, tendo vivido essa experiência, nunca havia me ocorrido.E por pura falta de atenção somente. Pois era apenas voltar o filme e fazer as contas...
Que coisa como não pensamos detidamente por tudo e todas as situações que pessoas tão íntimas a nós passaram,não?
Colocá-la na história, me dá um certo medo, não sei o motivo!
Aliás, sei sim, mas não quero pensar nele! Deixa ele dormindo...
Agora, tenho que pensar nela viva, presente, ainda que tão fora da vida, por ter assim se colocado.
Porém vivinha nas recordações dos momentos bons e maus que passou!
Fica uma lição desse telefonema...
Ir mais fundo nas coisas, saber mais e mais!
Eles, nossos pais , enquanto estão aí, têm muito a nos contar.
Basta dar ouvidos e corda...o resto é apenas escutar...
Que a lição fique a todos os filhos para que mesmo naqueles pais calados, quietos, na deles, há muito e muito guardado.
Vocês já pararam pra pensar nisso?
Se ainda der tempo, puxe, tire o máximo que puder deles. Depois, não adianta!
Vamos ter que então, remexer nas suas coisinhas e encontrar as surpresas!
Só que aí será diferente!Teremos apenas as saudades!
Dizer então tudo o que sentimos e que queremos escutar hoje, agora...
Largue o computador, que se não houver panes, estará à tua disposição sempre,e corre pra falar com os teus...
Há quanto tempo não conversas com teus pais?Com teus avós?
Mas falar com o coração! Tendo ouvidos e tempo pra escutar! Isso está cada vez mais difícil!
E saber ouvir, não interrompendo, não pulando e tentando responder antes deles terminarem!
Assim, todos poderemos saber muito e muito da história deles, das nossas e da própria história.
Eles sabem das coisas, pode não parecer!
Embora quietinhos, calados, estão lá, ruminando, pensando sempre...e loucos por alguém, pra falar e escutar!
Um simples telefonema , uma frase dita, pode mudar nosso dia e até nossa história!(texto escrito num dia de 2008, mas que vale para sempre)Chica

4 comentários:

  1. Fiquei emocionada ao ler... E pensando em que tipi de pensamentos passaram pela cabecinha da tua mãe ao fazer essa revelação... E pensei também na intensidade desse momento que ficou marcado de forma tão intensa, a ponto de ela fazer essa associação e lembrar do momento...
    Você tem toda razão, Chica...
    Às vezes não pensamos detidamente pelas coisas que passaram as pessoas que amamos... E é bom que nos acordemos para fazer isso enquanto temos TEMPO...
    Maravilhoso esse momento de reflexão!...
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Puxa chica, eu não posso fazer isso, já não tenho pai nem mãe, de ha muito se foram, minha mãe quando eu estava entrando na adolescencia e meu pai um poudo depois. Sei pouco deles. Um beijo zélia

    ResponderExcluir
  3. Querida Chica,

    Que tocante o post sobre o Matteo! Deve ser difícil viver assim longe dos seus!

    Já vimos as suas visitas nalguns dos nossos cantinhos, e viemos visitar aqui também. Um abraço,

    Isabel

    ResponderExcluir
  4. Esse post sobre sua Mãe é muito bonito e faz pensar...

    A Minha Mãe também tem 86 anos e conta muitas histórias... Tamb+em ela viveu esses tempos, em que aqui em portugal havia senhas de racionamento da comida e dos bens essênciais... As famílias recebiam uns tantos cupões e senhas de pãp, de carne ou de quaisquer outros bens alimentares e outros...

    Bem, não quero maçar você mas ficámos muito felizes das suas visitas e então sugiro que você, no Blogue Observatório, procure um post mais antigo em que eu dedica um poema à minha Mãe, e outro, em que publico um poema dela bem recente!


    Um abraço,

    Isabel

    ResponderExcluir

✿ Que isso possa ter deixado uma marquinha,ainda que seja bem pequenina , no seu dia, alegrando-o! ✿