Páginas

* Um fim de semana legal!


Estrada florida com as hortências...


Lago Joaquina Bier

Uma cascata em Gramado...



Cascata do Caracol em Canela



Vale da Ferradura




Como é bom começar o dia e pular na cama de nuvens da vovó e vovô!!!





Expedição ao lago dos patos...






Se embrenhando no mato para uma nova aventura...







Um outro ponto do lago, sem os patinho mal humorados!








No bosque do hotel com o vovô...









Na recreação do Laje de Pedra, com o amigão coati, que representa o bicho coati, presente na região...










Hora das despedidas...O que era doce, acabou-se!











Saída de Gramado...Até o céu ficou mais triste...

000o000o000o000


Numa tarde quente, parecendo um forno aqui em P.Alegre, rumamos com dois dos nossos netinhos, Gui e Neno, para a serra gaúcha, a fim de lá passar um fim de semana diferente e tranquilinho...
À medida que subíamos, já podia se sentir o ar bem mais fresquinho e delicioso.Gui e Neno, como todas as crianças em viagem o que faziam além de bagunças?
As clássicas perguntas:
- Falta muito? Quanto falta ?
Ainda bem que deram uma cochiladinha que foi providencial e fez bem aos nossos ouvidos...
Nosso destino: CANELA.
Para chegar lá, passa-se obrigatoriamente por Gramado, uma linda e aconchegante cidade, que já na chegada, nos acolhe , com saudações em seu pórtico.
Em seguinda, uns 7 km. após, finalmente Canela.
A partir da chegada no hotel a folia e bagunça começaram...
Os dois não pararam mais um segundo sequer e nem podiam esperar que ajeitássemos as bagagens por lá.
O legal é que as brincadeiras eram tantas que à noite, na hora de dormir, simplesmente "desmaiavam", para acordar "em forma" para o 2º round...
Um novo dia começando e bem...
Como é bom pular e depois se atirar na cama nuvem da vovo e vovô..
Numa das atividades, fomos fazer uma expedição ao lago dos patos...
Era num local não tão próximo ao nosso hotel e Gui estava com suas pernoquinhas gorduchas cansadas...
Porém, os dois tiveram uma "agradável" recepção, após a longa caminhada: os patos e gansos estavam com o humor abalado e vieram em nossa direção prontinhos pra pegar o primeiro que desse chance a eles.
Foi uma correria geral, inclusive a "fotógrafa" que tudo registrava, se mandou...
Houve uma choradeira entremeada de risos nervosos.
Passado o susto, fomos para a outra ponta do tal lago, onde onde os danadinhos não estavam e havia apenas uma fonte com aquele barulhinho legal e característico.
Neno, exagerado, chegou a conclusão que aquele era o momento de maior paz na sua vida, num local sem pessoas, sem qualquer barulho que não fosse a água correndo.
Tenho certeza, que os patos e gansos também estavam em paz agora...
E assim, fomos indo, entre brincadeiras deles, piscina, recreação ,jogos , nosso descanso e leituras em meio ao bosque verde e lindo do hotel.
Muito mais há pra ver e para mostrar dessa nossa serra gaúcha, mas assim, deu pra dar uma provinha e deixar aqueles que não a conhecem com um gostinho de quero mais, que é tão legal...
Venham até aqui, vale a pena!
A última foto, a saída de Gramado, o pórtico que antes nos dava boas-vindas, agora deseja boa viagem...Até a volta!
Saímos de lá com os guris tristes pela bagunça ter chegado ao fim...(por lá, pois por aqui, a cada encontro, ela se renova e incrementa...) Isso é legal!
Como podem ver pela foto, até o céu estava ficando triste...
Foi um lindo fim de semana , renovando nossos ânimos, com o descanso, ar puro e tanta beleza junta...
Agora é sonhar e esperar o próximo, enquanto isso...fico por aqui, e bem contente em estar conversando com todos vocês...(Chica)

2 comentários:

  1. Maravilha Chica...obrigada por partilhar esse passeio tão lindo e alegre! Lindas fotos! Nossa serra é mesmo maravilhosa! Beijos Chica!

    ResponderExcluir
  2. Querida Amiga Chica,

    Uau! Sítio assim deve ser de cortar a respiração. No Verão passado (aqui ocorre entre junho e Setembro)também demos ums saltada a uma povoação que tem o nome de Cernache do Bonjardim. Passa, à entrada um rio que tem o nome de Zêzere. Então, de uma pousada situada numa das margens sobranceiras ao rio, vê-se um cenário de paz e tranquilidade. O silêncio é total. Só as aves, lá no céu, em acrobacias fantásticas, ousam perturbar o silêncio. Quem quiser repousar, recarregar baterias, eis um sítido lindo de morrer.

    Parabéns pela descrição.

    Um abraço

    José António

    ResponderExcluir

✿ Que isso possa ter deixado uma marquinha,ainda que seja bem pequenina , no seu dia, alegrando-o! ✿