Páginas

* 15 anos que fazem diferenças...

Ontem tivemos o aniversário de 15 anos de nossa primeira sobrinha-neta, a Vicky, filha da Tefa e neta de minha irmã, Mausi...


Lembro do dia em que Vicky chegou ao mundo...


Era um dia frio , mas estávamos cheias de calor.


A euforia e nervosismo eram grandes.


A expectativa maior ainda.Não víamos a hora que acabasse aquele parto para termos a notícia tão esperada ..


Enfim, ela veio...


E logo vimos a carinha linda daquela menininha e sua mamãe, para nós uma menininha ,que emocionou a nós todos...


Aí, foi uma coisa fora do normal.


Naquele hospital, não sei como nos deixaram ficar nos corredores e à frente do berçário, pois era tanta, mas tanta gente, que parecia mais uma grande festa por lá.


E, para nós era mesmo, ainda que o local não fosse o mais adequado...


Naquele dia, todas nós irmãs reunidas, com a maior facilidade do mundo para aquele acontecimento.


Tudo tão simples e fácil...


Bastou o telefonema avisando e pronto, a correria e o encontro por lá...


15 anos se passaram para Vicky e para nós...


Para ela, apenas foi pra frente, ainda bem...


Cresceu, ficou grande, está uma linda mocinha, querida e estudiosa.


Pra nós, no entanto, ontem me dei conta, esses 15 anos passaram e deixaram marcas...


Já não conseguimos mais nos encontrar, passamos muiiiiito tempo sem poder fazê-lo..


Os nossos caminhos se bifurcaram e todas nós, temos os filhos e seus decorrentes problemas e netos.


Assim, um dia um está doentinho e não podemos ir à festa, outra vez, como ontem, nós é que não estamos em condições de festejar juntas...


Ah! 15 anos danadinhos esses!!!


Deixam rugas, cabelos brancos entre outras coisas,que é bom nem falar,rsrsrs... mas que ainda bem, mesmo assim, nos mantém ligadas , ainda que não possamos nos encontrar sempre.


Isso é muito legal e nos faz ver o que vale a pena, não importam os anos passando...

Estamos bem, aqui, prontas sempre pro que der e vier, com coragem, sem perder o ânimo...


Olhando por esse ângulo, podemos ver que eles passaram e nós continuamos caminhando juntas ,apesar das estradas serem diversas.


Mas no fim, mesmo longe, há aquilo que não pode faltar numa família: pelo menos a vontade de estar juntos e aí, se não dá, paciência...


Essa vontade, que chega de dentro, supre tudo e a qualquer dia, independente de festas, o encontro ocorre e é como se nunca estivéssemos separados.


O fio da nossa "meada", está sempre pronto a ser desenrolado e aí se preparem, pois muitos tricôs serão feitos...


Um beijo à Vicky e imaginem como será nos próximos 15 anos que passarem,heim?(Chica)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

✿ Que isso possa ter deixado uma marquinha,ainda que seja bem pequenina , no seu dia, alegrando-o! ✿