Páginas

* As proporções e os sentimentos...


Aqui em S.Catarina a chuva resolveu pegar forte e pra valer.

Há muitos desabrigados, desmoronamentos, estradas interditadas...

Nós estamos na beira da praia e ontem à noite, numa das enxurradas, assistimos um quadro horrível e que nos fez pensar(nem preciso dizer que também não deu pra dormir...)

A chuva foi tanta e em tão grande intensidade que apartamentos aqui na pousada foram invadidos pela água vinda das ruas, que passava no pátio como se fosse um rio.

Na pousada ao lado, tiveram que abrir as portas da frente e dos fundos e deixar passar o rio de água, enquanto os móveis foram levantados...

Nada podiam  fazer...A natureza se impunha...

Tiveram que destruir o muro da frente para que a água passasse melhor em direção à praia.

Foi horrível de assistir e então, ficamos nos imaginando o que é SENTIR, como tantos das tragédias que aconteceram no Rio e mesmo aqui em SC nessa semana.

Parece que essas pessoas são diferentes, mais fortes e dotadas de uma capacidade maravilhosa de aceitação das coisas numa boa.

Nós que passamos por isso (apenas vendo) e em mínimas proporções em relação aos demais, ficamos apavorados, imaginem quem realmente perde tudo o que tem, vendo ser levado pelas águas...

Dá também  a impressão de que estamos bloqueados, ilhados, pois na tv e jornais falam dos desmoronamentos e estradas e é muito ruim...


Sentimentos de tristeza...

Ainda bem que por agora a chuva passou..Esperamos que o sol chegue e brilhe...

4 comentários:

  1. Imagino o pavor que voces passaram e todos os outros que ai vivem, concordo contigo quando dizes que o sofrimento vai deixando as pessoas mais corajosas e acabam enfrentando suas dores com muita dignidade e dando muito mais valor ao SER do que ao TER, que o sol volte com toda a força , que essas tragedias tenham fim e que todos possam ter mais tranquilidade e paz, beijos, fiquem com Deus, Heloisa.

    ResponderExcluir
  2. Não é fácil né amiga?
    Só quem já desenvolveu bem a aceitação é que consegue lidar melhor com isso
    Eu já perdi tudo num incêndio e também passei por várias enchentes quando morava em União da Vitória, onde perdi quase tudo também
    Acho que de tanto perder a gente fica meio que anestesiado e já não liga mais tanto em adquirir tantas coisas materiais
    Talvez por isso hoje trabalho mais o ser do que o ter, mesmo porque não vamos levar nada disso quando nos despedirmos dessa terra
    Beijos no coração e um ótimo domingo pra ti e com muito Sol!

    ResponderExcluir
  3. Chica querida!
    Você explicitou muito bem o que é este sentimento horrível.
    Eu não vi nada de perto este ano, pois estava em meu apartamento em Niterói, mas quem mora nas serras viram e sentiram a força das chuvas que por lá passaram.
    Fui pra Petrópolis nesta quinta-feira, determinada em levar ajuda e participar nos trabalhos, mas por incrível que pareça, a Cruz Vermelha que é bem próxima à minha casa na serra, estava lotada de tudo, tanto de donativos, água, roupas e gente, muita gente, principalmente jovens universitários trabalhando para fazer chegar tudo aquilo doado nos locais atingidos.
    Graças a Deus, Petrópolis foi poupada desta vez, somente aquela tragédia isolada no local chamado Vale do Cuiabá que fica quase na chegada de Teresópolis, mas bem distante do centro e dos bairros da cidade.
    Mas, digo mesmo, as pessoas estão stressadas e a qualquer mudança de tempo, olham pro céu e apressam-se em chegar em casa.
    Sinto muito pelas famílias que foram atingidas por tudo isso e digo mesmo, nem vontade de blogar por estes dias eu tive, estou meio down com tudo isso, sabes.
    Melhoras no tempo por aí!
    beijos grandes cariocas

    ResponderExcluir
  4. E amiga foi uma verdadeira aventura, bom que o sol voltou outra vez, espero que aproveitem bem,COMO DIZ FERNANDO PESSÕA, TUDO VALE A PENA QUANDO A ALMA NÃO É PEQUENA. aos viajantes em férias desjo toda a sorte e um feliz regresso. Obrigada pela visita. Abraços Celin

    ResponderExcluir

✿ Que isso possa ter deixado uma marquinha,ainda que seja bem pequenina , no seu dia, alegrando-o! ✿