Páginas

✿As nossas casas da mãe.✿



Quando crianças e jovens ao falar do lugar onde moramos, nos referimos assim:
-Na nossa casa....

Ao sairmos da casa , já adultos e ao nos referir àquela casa, falamos:
-A casa da mãe ou a casa dos meus pais.

Mesmo agora, na minha idade e tendo  minha mãe viva ainda,  existe uma casa da mãe para mim...

Porém, nessa fase, há uma outra conotação nessa expressão...

Agora, temos a casa da mãe, além das nossas.

Para nossos filhos, é a nossa e para mim e minhas irmãs, é ainda a dela.

Assim, existem ,no momento, duas casas da mãe.

Sabemos que mesmo que a Oma  não esteja nela no momento,  a casa ainda está lá com tudo dela, tudo que gosta e todas as recordações,  seu mundo.

Ainda que não esteja mais "em casa" como gostaríamos, a casa está lá!

E ainda é a casa da mãe que falamos ao nos referir...


Hoje, desde a manhã algo matuta na minha cabeça...

Uma sensação estranha pensar no dia em que apenas a minha casa ficará sendo a casa da mãe...

Pensar nisso, dá mesmo algo estranho.

Uffffffff!A vida é estranha mesmo!!!  E passa rápido!



24 comentários:

  1. É. A vida tem dessas coisas, e nós esses sentimentos estranhos...
    Beijinho e muita paz, amiga Chica.

    ResponderExcluir
  2. Que triste Chica...doeu em mim, fiquei pensando na casada minha mãe...quanto tempo será que ela ainda estará lá?

    Deixo um beijo com muito carinho no teu coração.
    ....não consigo dizer mais nada, mas estou aqui, pro que precisar.

    ResponderExcluir
  3. Chica
    Sempre haverá a casa da mãe, mesmo que seja nas nossas lembranças...
    Beijnhos para a Oma e para você

    ResponderExcluir
  4. Chica, suas reflexões são de muitos de nós que têm suas mães já muito idosas e numa fase delicada de suas vidas.
    É difícil pra gente pensar sobre tudo isso, dói até, por isso temos que procurar estar juntos delas o máximo possível.
    Minha mãe esteve aqui comigo por estas duas semanas, foi embora hoje, com minha irmã, mas fico com saudade dela, da sua mãozinha tão leve e do jeitinho frágil.
    um grande abraço carioca

    ResponderExcluir
  5. Chica,

    Casa da mãe, nunca esquecemos. A sua situação no momento em relação a OMA, que lhe faz pensar essas coisas.
    Que saudade que sinto. Ainda bem que ela ainda está lá, na casinha que eu adoro.
    É estranho mesmo esses sentimentos, que vêm nos fazer refletir algo que parece esquecido.
    Fiquei pensando; como será que minhas filhas vão lembrar da casa da mãe, já que moro tão longe, e elas nem conhecem ainda. Rs

    Lindo disso tudo, é que estamos aqui unidas, pra desabafar, chorar, rir, emocionar, alegrar e tudo mais.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Felizmente ainda vivo em casa da minha mãe =)*

    ResponderExcluir
  7. Arrepiei-me ao ler o seu texto e constatar essa realidade que nunca me tinha passado pela cabeça. É mesmo assim, nós passamos e as coisas ficam! Bjkas

    ResponderExcluir
  8. Chica,
    A "casa da mãe" deixa de existir fisicamente, mas permanece intacta na nossa mente.
    Mas como faz falta uma casa da mãe real, para entrarmos como filha.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Chica!
    Entendo seu sentir perfeitamente. No meu caso minha mãe já se foi fazem 5 anos e dois meses.
    Mas felizmente esses momentos passam e ela está aí do seu lado.
    abração

    ResponderExcluir
  10. Oi Chica!
    É a ordem natural das coisas, infelizmente! No entanto, existe para nossa felicidade a a boa memória para guardar tudo do jeito que é para todo sempre.

    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  11. Chica,não pensa nisso agora!Eu fiquei angustiada tb com esse teu pensamento,dá uma sensação de solidão,eu sei!Mas não pensa!Msg muito comovente!Bjs,

    ResponderExcluir
  12. Chica,não pensa nisso agora!Eu fiquei angustiada tb com esse teu pensamento,dá uma sensação de solidão,eu sei!Mas não pensa!Msg muito comovente!Bjs,

    ResponderExcluir
  13. Fico aqui pensando também, Chica: eu nunca tive casa de mãe porque minha mãe só teve casa o pouco tempo que ela permaneceu viúva, depois que me casei, ela sempre morou comigo. Eu sinto falta da casa de mãe, não sei como é esse sentimento. Eu sinto falta da casa de minha vó, pois eu morava com ela até me casar. Minhas filhas tem saudades de casa de vó, pois a vóo delas sempre morou aqui.Então é muito sério, sim. É o útero, nossa primeira casa e perpetuamos na casa real. Bjbj!

    ResponderExcluir
  14. Fiquei um tempão parada diante dessa postagem...

    Li, reli, vi as imagens, as pessoas, as vidas... Pensei nas tuas verdades, nas minhas, nas de tanta gente nesse mundo...

    Me deu um nó na garganta e fiquei pensando sobre o que eu diria a você... E continuo parada aqui, sem conseguir dizer nada, mas sei que você sabe tudo o que eu diria...

    Um beijo, Chicamada...

    ResponderExcluir
  15. para nós em nosso coração sempre vai
    existir a casa da mãe mesmo que ela
    não esteja presente mais naquele lugar,e sua casa passe a ser apenas em nossa lembrança dos doces momentos la vividos amparadas e cuidadas por ela
    temos as vazes estes pensamentos não é amiga todos os temos,assim é a vida bjs marlene

    ResponderExcluir
  16. Chicam fiquei emocionada... ia-me lendo nas tuas linhas. ia-se refazendo uma ausencia antiga, já cheia de pó. Mas as lembranças, o cheiro, a voz... tudo tão vido como da última vez.

    Bjs minha linda e muitos sorrisos no teu coração!
    Luiza
    www.barracodevidro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. ... pois é, Joaninha, casas da mãe... Você me pegou direitinho... Agora fico aqui com cara de besta sem ter muito pra contar. É que minha casa da mãe é um pouco casa da avó.

    Minha infância foi meio complicada no tocante a essas referências e a casa da mãe só veio mesmo acontecer de uns poucos tempos pra cá e, no "vocabulário" da minha família, casa da mãe é "da mãe" e a nossa, bem... isso é uma outra história.

    Espero que meus filhos tenham a casa de um pai (ou mãe, sei lá)para lembrar no futuro. Estou fazendo a minha parte.

    ... É menina, vc me deu um nó...

    Meu carinho,
    Anderson Fabiano

    ResponderExcluir
  18. Querida Chica,
    Estou aqui triste...
    Infelizmente não tenho mais "a casa dos meus pais"
    Como gostaria de voltar no tempo!!
    Um beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  19. Chica que lindo o seu pensamento..a casa da mãe é tão doce...Falo com meus irmãos fui na casa da mãe..e meus filhos quando sairem da casa diram isso da casa deles hoje,no qual eles dizem minha casa..
    E nelas boas lembranças..
    beijos
    titi

    ResponderExcluir
  20. Dá um aperto no coração quando pensamos em certas coisas, não é mesmo? Mas é a vida!!!
    Beijinhos, amiga!

    ResponderExcluir
  21. Chica... só posso te dizer que entendo esse sentimento bem de perto... E lhe digo, tenta não pensar, mesmo quando vem o pensamento, e sempre sempre sempre, vá muito a casa da Oma, beije e abrace muito, fica pertinho o maior tempo possível, faz todas as declarações de amor por ela todos os dias, dê presentes que ela gosta de receber, leve flores, chocolates, mimos... curta muito muito muito, com todo o amor que eu sei que você tem dentro do seu coração...

    Fiquei emocionada aqui...

    Um beijo bem grandão nas duas!

    Lindo dia minha amiga!

    Su.

    ResponderExcluir
  22. Realmente estranho... o que agora pensamos sobre a casa da mãe, o que sentimos em relação a casa da mãe, será o mesmo pensamento e sentimento que os nossos filhos terão depois em relação a nossa casa?
    Pior... eu não tinha parado para pensar nisso...
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi querida Chica vim te desejar um lindo fim de semana beijos com carinho sempre Leila

    ResponderExcluir
  24. Sinto isso desde a adolescência dos filhotes...parece que aqui já é a casa da mãe...eles não param mais aqui...mas é a vida...é o ciclo...

    beijos nostálgicos...

    ResponderExcluir

✿ Que isso possa ter deixado uma marquinha,ainda que seja bem pequenina , no seu dia, alegrando-o! ✿