Páginas

♥ Cadê a educação? ♥




Acabando de voltar do colégio , levando Neno ao seu 2º dia de aula.

Sabem a minha sensação?

DECEPÇÃO total...

Havia um ginásio  cheio das turmas menores da escola e claro, de pais .

A Direção se preocupou em fazer uma saudação especial para esse dia.

Ontem haviam sido feitas  brincadeiras e hoje, início de verdade.

Então, nada melhor do que uma saudação aos alunos e pais.

A primeira pessoa que falou, foi quase ignorada por todos.

Depois,  tivemos uma rápida bênção que teria sido linda se alguém tivesse parado , pelo menos um segundo,de conversar ou agitar.
Senti pena da professora e vergonha pela falta de educação ali reinante.

Tratava-se de colocar as mãos sobre a cabeça do coleguinha, desejando coisas boas para o ano que hoje lá iniciam.E também de agradecimento por estar lá.Tantas outras crianças essa chance, em suas vidas não tem.
Mas, também, INFELIZMENTE, quase nada pode ser visto ou ouvido.

E, finalmente, a autoridade máxima da escola, o Diretor, fez sua parte e saudação e nem quando ele falava, houve silêncio.

Aliás, mal e mal se ouvia sua voz!

IMPRESSIONANTE!

Um desrespeito  e falta total de limites daquelas crianças que, dá muito bem para entender já que grande parte dos pais, ao invés de dar o exemplo, falava e confraternizava com outros pais e amigos.

Uma pena que num colégio caro, um dos melhores de nossa cidade, tenhamos que ficar decepcionados com a má educação das crianças.

Lembro bem, podem até me chamar de jurássica, de um tempo em que quando um professor entrava na sala de aula, os alunos ficavam em pé, em sinal de respeito.

Estudei no Colégio Cruzeiro, no Rio de Janeiro, que pertence ao mesmo grupo  do que esse colégio a que me refiro e vivencio agora... A disciplina era  mantida, havia respeito...

Hoje,  crianças tudo podem, tudo querem, tudo ganham e nem sabem o que é disciplina, pois não tem parâmetros para tanto.

O que será delas no futuro?

Quem colocará limites? Aqueles pais que também não os respeitam?

Uma pena!  

Tenho pena de assistir a essa situação e pena, sim dó, das próprias crianças que hão de passar, sem dúvida muito trabalho num dia em que tiverem que enfrentar um pulso firme...

A sensação que tive ao falar com professores e outra mãe foi a de que limites não existem,nem exemplo.

Tudo é cobrado da escola, porém falta muito, muito mesmo ...E não lá!

E a educação deve vir de casa e aprimorada na escola. Mas parece que ,alguns  disso não sabem...

Até quando?

E quem fará uma mudança nesse sentido?


Eu, continuarei observando e tomara, possa um dia dizer que vi melhorias nesse sentido.Serei a primeira a fazê-lo, com alegria. Mas, não sei não...





17 comentários:

  1. Chica,
    Eu pude sentir o ambiente que descreveu! E disse bem os responsáveis pela educação dos filhos são os pais, mas me parece cômodo deixar nas mãos dos professores e depois culpá-los de qualquer coisa! Lamentável mesmo, não sei não como será o futuro dessas crianças, sem limites, sem educação. Também sou jurrássica e havia muito respeito naquela época!
    Mas não pude deixar de rir, Chica irada, rssss

    ResponderExcluir
  2. Educação é aquilo que a maior parte das pessoas recebe, muitos transmitem e poucos possuem...que triste!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Chica,
    Essa situação que você descreve dá uma tristeza sem tamanho.
    E é isso que vemos já há algum tempo. Crianças sem noção de disciplina, pais desligados, e também indisciplinados.
    A escola parece que virou uma extensão das casas que, por sua vez, são lugares de vale tudo, sem qualquer limite.
    Realmente é uma pena.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Ai amiga querida, ser ouvido hoje em dia é complicado mesmo, cada um quer um palco particular para expor o que para ele é importante sabe, até mesmo no local onde a criança deve ser a estrela, os pais querem os holofotes virados para eles, que pena você ter presenciado este comportamento tão comum no ser humano, se vai mudar, não sei, o ser humano só sabe se ver, que sabe um dia, quando não houver mais espelhos, ai sim o ser humano vai tentar se ver no próximo, e para isso terá que parar de pensar só em si mesmo né....beijokitas amiga...

    ResponderExcluir
  5. Oi Chica!
    É Verdade!
    As crianças se espelham nos pais por isso existem muitas partes aí tão quebradas.
    Belíssima reflexão e um acorda para a vida.
    abração

    ResponderExcluir
  6. OI AMIGA AGRADEÇO MAIS UMA VEZ A VISITA,QUANTO A NOSSA EDUCAÇÃO ESTÁ MEIO CAPENGA. SEGUNDA FEIRA DIA VINTE E SETE, ESTAREI FAZENDO A SEGUNDA PARTE DA CIRURGIA DA VISTA, TIVE QUE TRATAR PRIMEIRO DA RETINA, AGORA SIM, PARECE QUE VAI. ESTAREI DE VOLTA LOGO SE DEUS QUIZER. ABRAÇOS CELINA.

    ResponderExcluir
  7. Sei não, Chica, sei não...
    Nem acredito mais que as coisas melhorem nesse sentido.
    Sou bem pessimista quanto á isso, pois também sou do tempo que respeito era ensinado em casa.
    Pena, não é?
    Porque a gente educa mas a grande maioria não, e essas crianças sofrerão.Pode acreditar.
    E os nossos, bem educados, também sofrerão, pois viverão em um mundo dominado pela falta de respeito ao próximo, falta de valores e limites.
    Não vai ser agradável para um lado nem outro.
    Mas os pais acham o máximo seus filhos serem "espertos". Confundem esperteza com falta de educação.
    Gostei do desabafo, acho mesmo que temos que falar, falar, falar, pelo menos estamos tentando.
    Beijos amiga, até...

    ResponderExcluir
  8. Chica,

    É muito triste essa realidade. E pensar que nossos netos estão no meio disso tudo.
    Como eu queria um mundo melhor pra eles.
    Ao ler, fiquei imaginando a cena, e o quanto isso lhe incomodou.
    Essas coisas me entristecem muito.

    Isso acontece nas escolas, nas melhores, como essa que você citou.
    Respeito aos professores, só no nosso tempo de jurássicas.

    Então, já que somos jurássicas, como eles falam; vamos passar para nossos netos, os valores que vivenciamos ao longo de nossas vidas. Eles podem até mudar, mas nunca esquecerão àquilo que ensinamos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Chica,entendo a sua indignação pois também sou da época em que pedíamos licença para entrarmos na sala de aula se estivéssemos atrasados, nos levantávamos quando alguém adentrava a nossa sala, e por aí.
    Quando lecionei a coisa estava mudando e mudou a tal ponto que perdi a coragem de assumir sala de aula,ficando apenas na Enfermagem.
    Penso que assisti não vai resolver.
    Quem sabe solicitar uma reunião em caráter de emergência com os outros pais, professores e diretores e traçarem juntos um plano de ação para reverter o quadro?
    Boa sorte!
    beijinhos de paz...

    ResponderExcluir
  10. Muito relevante este comentário, nos faz pensar, em o que fazer para mudar este quadro, de falta de respeito total.
    Nós pais temos que dar exemplo e como foi tão bem falado a educação deve vir de casa e aprimorada na escola!!!
    Acredito que estar falando no assunto já é uma forma de ação para mudar esta situação!!!
    Bjs, Cláudia

    ResponderExcluir
  11. Chica, a palavrinha decepção caiu bem pra mim também, foi o que senti ontem e hoje na escola, mas por outros motivos... à área da educação realmente é muitas vezes de entristecer, decepcionar...etc... Contudo,
    gostaria muito de pensar que no colégio do Neno, esse foi um fato isolado, depois você me conta do próximo encontro. Tive uma reunião assim aqui na escola do meu filho, que também é um dos melhores colégios da cidade, e foi super tranquilo, ouvimos tudo e participamos, em alguns momentos um ou outro falava alguma coisa, mas nada que atrapalhasse, mas nem sempre foi assim, mas nós reclamos na escola e eles nos ouviram e fizeram um trabalho com as crianças e família. Sei lá, vamos torcer para que melhore aí, para que os dirigentes da escola tenham percebido o que aconteceu, e façam alguma coisa para que nas próximas reuniões não seja assim. Acho até que você deveria ligar na escola e colocar sua opinião/decepção. Precisamos fazer alguma coisa, talvez isso seja um começo, você falando com eles.

    Beijossss...

    Su.

    ResponderExcluir
  12. Triste realidade, sim! O colégio por medo e desespero de perder o aluno ($), tudo faz para agradar os pais que a qualquer chamada do colégio , deixam bem claro que querem tudo resolvido, que pagam para não terem problemas. Sendo assim, o colégio massacra o professor, além de pagar mal. Os pais ameaçam sim de retirar o filho se não solucionarem os problemas que porventura aparecerem. Houve um tempo, Chica em que os pais se curvavam a uma instituição educacional, aos mestres! Houve um tempo! Eu ficaria horas relatando, porque meu sangue ferve, então é bom eu parar. Me solidarizo contigo na sua indignação. Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Chica
    Os pais são os grandes exemplos para os filhos, os seus heróis. E o que dizer diante de situações como esta?
    Nada, apenas lamentar e lutar pelos nossos e que esses lutem pelos seus e assim vai... minoria, mas são os nossos filhos, os nossos netos, com orgulho!Infelizmente, a classe sem limites é uma grande maioria e um dia serão políticos ou algum profissional de alguma outra área que cometerão infrações terríveis porque lá atrás não tiveram bons exemplos e uma educação adequada.
    Também sou do tempo da jurássica, com orgulho!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Ai, Chica isso é triste demais!
    O Colégio, tal qual os políticos, não querem perder seu 'eleitorado/clientes'.
    Estamos vivendo hoje um país de interesses econômicos e não há ninguém que fará esta mudança, pois os partidos que aí estão, jamais vão querer mudar alguma coisa.
    E, depois, o brasileiro é do tipo que qualquer mudança ele reage, reclama, diz que não pode, que o que era antes era melhor.
    O Poder Público não se envolve e nem se desgasta, agradar é a palavra de ordem e só tem um jeito, uma grande revolução social, mas acho que até mesmo os intelectuais não se interessam mais em ajudar para melhorar as coisas, pelo contrário, buscam também uma parcela na boquinha do governo.
    Será que teremos que pedir ajuda ao Chapolim Colorado?
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  15. Olá Chica...vim te ler e te achei em um momento difícil! Imagino a revolta e decepção sua...pois passo o mesmo com meus dois na escola...e concordo quando vc diz que as crianças tudo podem e querem...e como é difícil fazer eles entenderem que na casa da gente não é assim e não vai ser assim! Parece realmente que hoje, nós pais que realmente nos importamos estamos errados! Onde vamos parar!
    Mas fique bem e calma!
    Bjs, bons pensamentos e boas energias neste restinho de semana!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  16. Hum... nem me fala, Chica! Pensei muito nisso nesse carnaval, quando presenciei a "educação" de algumas adolescentes que vieram nos visitar na praia... É de ficar decepcionada mesmo. Minha mãe, então, ficou horrorizada! E isso no colégio - é, não é de hoje. E o mais desafiante é marcar diferença com os nossos filhos, nossos netos...! Abs.

    ResponderExcluir
  17. Isso é mesmo uma vergonha, Chica. E o que é pior, é generalizado!!! E ainda, quando o limite não é ensinado em casa, a vida ensina, e nem sempre de maneira indolor...
    Abraços mil!

    ResponderExcluir

✿ Que isso possa ter deixado uma marquinha,ainda que seja bem pequenina , no seu dia, alegrando-o! ✿