Páginas

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

* Um boneco pede SOCOOOOOOOORRO!




Ainda no tempo de namorados, surgiu um boneco de pano, considerado um amuleto da sorte.Seu nome no mercado, era MUG.


Franco comprou dois. Um para mim e um outro, que foi morar com ele.

Quando casamos, os levamos para o nosso apartamento, no 4º andar de um prédio, que tinha ao lado, um terreno baldio.


Após algum tempo, já grávida da nossa primeira filha,Tita, verificamos que o do Franco estava sendo roído por algum inseto. Colocamos no lixo.


Não queríamos ter em casa nada que pudesse prejudicar o nenê , suas coisinhas e enxoval.


Mais um tempo, e o meu, também começou a apresentar o mesmo problema...

Tomamos então, a decisão de nos desfazer dele, e o jogamos naquele terreno ao lado do nosso prédio...


O que aconteceu?


Com tantos modos de cair, ele o fez, ficando com os braços bem abertos exatamente num lugar que, ao olhar pela janela, parecia pedir socorro!


Resultado:Franco teve que correr para buscá-lo e demos um bom banho de inseticida.


Durou até a nossa Tita nascer...


Aí, ganhamos uma outra bonequinha!


Essa, pelo menos, até agora, não precisou nenhum inseticida para se conservar, não corre o risco de" algum bichinho" a roer, está sempre "firme" e ainda nos deu um outro bonequinho, o Gui!


Que ela continue não permitindo que bicho, de espécie alguma a machuque, seja moral ou fisicamente...


Valeu! (Chica)

Um comentário:

Gaivotadourada22 disse...

...Lembro perfeitamente do Mug, aqui em minha cidade, nessa época, ele foi adotado por um curso da Universidade como característica dos calouros daquele ano...tinham que carregá-lo junto durante um mês, por onde fossem... Hoje este ritual dos calouros com suas características dos cursos já não existem mais!Mas os Mugs eram tidos como amuletos da sorte sim... Adorei o texto, é verdade que quando personificamos nossos amuletos, sentimos as suas alegrias e suas dores, logicamente que Vocês iriam ouvir o pedido de socorro do Mug...
Valeu! Beijos Chica!