Páginas

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

* Que dá, dá!!!












Sabem aquelas frescurinhas que inventamos?
Uma escova de dentes que funciona com pilhas para o Neno...Tudo bem!
Bobagenzinha que não faz mal e nem custa caro...
Bem hoje estava na hora de trocar as suas pilhas .Aí começou tudo...
Fui procurar as ferramentas necessárias...
- Os parafusinhos são tão pequenos que é difícil achar chave de fenda compatível.
Mas não desisto...
- Vou para a gaveta dos talheres:Pego uma faquinha: putz, não deu!
-Mas vai ter que dar, é claro que vou achar algo...
- Outra faquinha e ah! essa vai dar certo, finalmente...
- PAC! salta a pontinha da faca...
Mas nada me vence e outra faca, daquele mesmo tamanho e tipo, já que descobrira que aquele tamanho dava certo e CRACKKKK! a ponta entortou.
Busco então o martelo, uma tábua de carne e dá-lhe martelada na ponta da dita faca para que ela voltasse a ser retinha...
Deu, digamos assim, mas a tábua, ficou crítica!
Bem, ao final, consegui abrir o parafuso, coloquei as pilhas, fechei e viva!
Funcionou novamente a escova!
Que legal!!!Puxa, como somos boas em pequenos consertos, não?
Podemos quebrar a casa toda, esvaziar gavetas, desfalcar faqueiros, mas com nossa criatividade, consertamos, ah! isso consertamos!!!
Ninguém pode duvidar!
E tudo, em apenas poucos minutos, fica resolvido!
ASSIM VALE A PENA! (Chica)

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

* Neno, com mais uma...



Ontem, Neno havia dormido na casa da mamãe e cedinho,ainda estava escovando os dentes quando, me ligou...


Entre outras coisas, perguntei a ele se lembrava o que aconteceria hoje (dia de seu início na escola grande).


Ele , sem pensar saiu com essa:


"Amanhã começa a vida...Até agora foi só aperitivo..."


Perguntei a ele quem havia dito isso, ele respondeu:


"-Ninguém, só eu!"


Que gurizinho,heim? Sabe das coisas!!!(Chica)

* Uma carta para o Neno...










Meu querido Neno


Hoje é Quarta-feira de Cinzas...


Um pedacinho do meu coração assim também está...


De um lado a alegria , bem colorida e de outro, um pouco cinza, uma pontinha de tristeza, de tanta emoção...


Tu estás crescendo... isso é bom e legal!


Hoje é o teu primeiro dia de aula no "colégio grande", onde inicias o teu primeiro ano.


Isso é bom, mas por outro lado, nós que já passamos tudo isso , sabemos que esse dia é um marco.


É uma sensação estranha pra mim que te vi pequeninho e acompanhei cada passinho de tua vida...


Claro que já passei por isso muitas vezes, vi todos os teus tios e o teu papai passar por isso.


Depois, acompanhei de longe Matteo, Pippo e Marco.


Mas hoje chegou a tua vez...


Ver-te seguir o ritmo da vida, com tudo pela frente, começando a época das responsabilidades, tarefas, horários certinhos de entrada e saída, brincadeiras apenas no recreio e o pior...a merenda...ah! essa merenda...


Só ela já serve pra deixar mais brancos os cabelos da vovó...


Imagino-te sem nunca comê-la pois levas uma hora pra dar algumas mordidinhas no teu lanche e por lá não terás tempo...Ou não comes ou não brincas!


Tudo, todos esses detalhes passam na minha cabeça nesse dia.


É um dia de alegria e de emoção !


Ver tua carinha saindo para essa nova etapa dá uma sensação muito boa!


Te ver assim, com esse uniforme, mochila e toda essa vontade é muito lindo!


Hoje um novo e grande leque, bem colorido, está abrindo na tua vida.


Ficaremos felizes com tuas conquistas a cada dia, os novos amiguinhos, as novas experiências...


Já imagino tua carinha fazendo ainda mais e mais perguntas sobre tudo e sobre todas as coisas que vês ou imaginas...


Tua professora, tenho certeza,ficará com os cabelos "arrepiados" da enxurrada de perguntas...


Acho que vais adorar tudo isso.


Que o "Dohms" te receba muito bem e que que por lá possas passar muitos e bons aninhos de tua vida, aproveitando tudo que esse colégio pode te oferecer...


Que ao chegar ali naquele portão, entres bem acompanhado e que todos os teus passos a partir de agora continuem a ser sempre bem guiados ...


Que sejas muito e muito feliz nesse primeiro dia de aula do teu primeiro ano e em todos os dias da tua vida.


Da vovó que te adora,Chica







* Até num feriado!




Hoje é feriado, dia de descanso!Para uns, dia pra aproveitar e descansar das folias do Carnaval, para outros, apenas descansinho bom!

Podemos pensar em descansar, nos divertir e recarregar nossas energias para bem começar amanhã.

Que tal começar uma "oficina"?

Podemos nos transformar em uma oficina de trabalho,onde os que estão envolvidos pela mesma vontade: a de aprender, evoluir , além de praticar o altruísmo, podem ter um bom funcionamento.

Para tanto, cada um deve tentar aceitar os desafios, na certeza de que, começando por nós, muito podemos fazer pelos outros e pelo planeta, nessa reação em cadeia .

Todos nós, de uma ou outra forma já fazemos um pouco , basta continuar e aprofundar cada vez mais, através de nossos exemplos e prática continuada do bem.

Essa nossa "oficina" pode servir de berço de bons propósitos e aprendizado para serem aplicados por toda a vida...

Nela, podemos até dar umas "marteladas"fora da madeira, colocar uns "pregos" onde não deveríamos, passar graxa onde não precisa, porém há muito o que fazer e tentar acertar...

Nela ainda, podemos fazer "móveis" novos ou restaurar...

Depende daquilo que nos trouxerem...

O importante é termos vontade de trabalhar!!!

Que tal vestir o "macacão" e partir pra ação?

Para isso nem precisamos esperar que o dia termine.

Todo dia é dia, toda hora é hora!

E o melhor, isso nem cansa, apenas dá satisfação!

E pode ser feito até num feriado,mesm o de Carnaval...(Chica)

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

* Despedidas...


O vazio que fica numa despedida, logo, logo, será preenchido pela linda esperança de um novo reencontro.(Chica)

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

* Nossas viagens...



Estamos nos preparando para viajar* e lembrei desses fatos...
Começamos dias antes com nossas listinhas.
Separamos as roupas e dividimos em malas. Por enquanto, uma pra cada um...
Bem, aí começa a cena...
Vamos pra um lugar de praia, mas ainda não é verão e lá pode fazer frio.
Pegamos roupas de praia, de verão e de inverno...
Bom, tudo organizado na cabeça e lista. Faltam apenas os detalhes...
Coisinhas mínimas...Basiquinhas!!!
Coisas de perfumaria, higiene, de última hora!
Ah! E o Neno? Puxa, se vomitar na viagem, precisa roupas bem à mão para a troca!
AH! e se chover, se fizer frio?
AH! Se pegarmos engarrafamento de trânsito naquela estrada em construção?
Puxa, é obrigatório levar uma garrafinha vazia pra ele fazer pipi, como da outra vez!
E se tiver fome? Vai então uma lancheira cheia de suco, todynho, iogurtes, bolachas doces, salgadas, afinal...tudo isso é indispensável!
Puxa! Quase ia esquecendo um item básico quando viajam vovô com o netinho...os tais dos remédios...
Resultado: mais uma bolsinha!
E os brinquedos? Lá tem recreação mas ainda assim, não podem faltar!
Outra sacola, cheia de carrinhos, aviões, quebra-cabeças, canetinhas, papéis, etc, etc...
Aí começa a arrumação no carro!
Empurra daqui, ajeita dali e, bah! não sobrou lugar pra cadeirinha do Neno!
Tira tudo novamente e VAI TER QUE ENTRAR!!!
Tudo ajeitado!
Meu Deus! O laptop ia ficando!
Como eu ia fazer? Bem, se levo o laptop, levo também o estabilizador, pra não correr o risco das quedas de tensão, como já ocorreu de queimar um...
Não faz mal! É só mais um pacotinho!
Tudo finalmente pronto...Ainda bem!!!
Fecha a casa! Vai e volta!
Será que ficou tudo desligado?
Será que o junkers não ficou aceso?
E a maldita da torradeira?Subo novamente pra verificar!
Afinal, preciso estar tranquila!!!
Tenho que dirigir até outra cidade, para pegar o Franco na empresa, que está trabalhando até a última hora.
E esse é o segredo! Assim, ele não vê nada do que aconteceu nem tudo que está sendo levado, que, certamente, como sempre, voltará sem ser usado, mas que poderia fazer falta...
Afinal, pode estourar uma greve de lojistas, pode faltar comida...
Já pensaram, se não levássemos nossas tralhinhas? Estaríamos perdiiiiidas!!!
Agora é só chegar e repousar!
Viva, que coisa boa! Enfim as férias!!!
-Vamos logo ao mar pra relaxar,Kiko (é o apelido dele)???
-Claro, é o que preciso!
Vamos então nos trocar e....a surpresa: esqueci os calções do Franco!
E agora???
Ah! Não importa! Nem faz mal!!!
Ainda bem que no hotel tem uma lojinha bem legal que vende de tuuuuuuudo!!!
Quem não passa por isso, na hora de arrumar as malas para uma viagem?
Ou serei eu apenas assim prática???
Depois disso preciso ou não de uma gostosas e deliciosas férias...
* Texto escrito em setembro/2008 e que agora, ao colocá-lo por aqui, me deu aquela sensação boa da expectativa de uma viagem...Pena que agora é só lembrança!

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

* Neno e as suas preocupações...




Hoje, voltando da praia, Neno perguntava quando teríamos a tal e tão desejada bandeira verde, na casinha do salva-vidas, à beira da praia.

Ele mesmo dizia que isso é muito difícil...

Então eu brincando falei que talvez quando ele trouxesse seus filhos para praia, as coisas poderiam estar diferentes e o mar mudado...

Então, imediatamente ele começou a choramingar.

Perguntamos o motivo e ele meio envergonhado disse que não queria ficar adulto logo.

Dissemos que isso era impossível e que ele obviamente cresceria e gostaria de todas as fases da sua vida.

Mas o danadinho então abriu o jogo:

-Não é que eu não queira ficar grande, é que não quero perder vocês.( já imaginando que quando ele for adulto, não estaremos mais por aqui...)

Dissemos que ele não precisa se preocupar com isso agora, pois vamos ficar por muito tempo...

Ele respondeu:

- Mas isso não podem prometer porque não são vocês que mandam nisso. É o papai do céu...

Acabamos combinando que então, ele vai pedir ao papai do céu pra nos cuidar e nos deixar aqui até ver ele adulto.

Achamos que estava tudo acertado e decidido...

Chegamos no hotel e enquanto ajeitava suas roupas do banho, ele falou:

-Mas vou falar pra ele que não é só esperar pra me ver adulto, mas vocês devem me ver adulto por muito e muito tempo!!!

Pode isso?

Um gurizinho que brinca, faz as maiores estripulias, é danadinho, bem normal, me aparece com essas conversas de adultos!

Vamos ver se ele está bem com o papai lá de cima e consegue ver o seu pedido atendido! (Chica)

*Escrito nas férias , em janeiro, na praia, 2009.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

* Num dia nublado...



Hoje passo a contar algo pelo menos inusitado, mas real e bem verdadeiro...


Como muitos devem ter lido, sou uma privilegiada: tive dois pais.


Um que me criou e outro que só me colocou no mundo e a quem não conheci...


Fiquei sabendo de sua existência quando já estava com 39 anos.(quem não lembra da história, pode ver o texto "TUDO VALE A PENA") http://recantodasletras.uol.com.br/contoscotidianos/1037446


Feita essa explicação, passo ao relato:


000o000o000o000o000o000


Num cemitério antigo, Bahia, Eunápolis, está enterrado aquele pai que nunca conheci...


Franco e eu, passando férias em Porto Seguro, lugar que adoramos!


Um dia meio nubladinho, ameaçando chuva, "roncou nas minhas tripas", de ir até lá, conhecer onde ele estava...


Ficar pelo menos um pouco perto de um local onde ele tivesse passado!


Franco estranhou um pouco, mas topou, como sempre,de cara!


Lá fomos nós de "buzum", aqueles ônibus bem fuleirinhos mesmo...


Não lembro bem o tempo que levou, mas não foi pouco.


Porém, a praia estava perdida mesmo e nós, estávamos passeando então tudo seria novidade e uma forma de aproveitar o dia.


Bem, não tínhamos nem idéia de onde poderia ser o tal cemitério.


Chegando à rodoviária, pegamos logo um táxi para que nos levasse, finalmente ao local.


Eu estava emocionada e por dentro, sentia uma coisa estranha.


Diga-se de passagem, que como sempre ando em férias, estava bagunçada, de bermudas, chinelos e o Franco idem com batatas...


Após andar um tempão chegamos à frente do portão.


Parecia um cemitério de filmes de terror!


Todo velho, tipo caíndo aos pedaços.


Entramos então e o motorista ficou nos aguardando, tremendamente desconfiado da situação.


Por lá percorremos todos ou restos de túmulos, os túmulos mesmo e os escombros, procurando pelo nome dele.


Passávamos por cima, era um verdadeiro "cross" sobre os túmulos, sem contar que estávamos arriscando a ficar ali dentro de uma daquelas covas que se desmoronavam.


Mas eu não desistia e fomos ao administrador (imaginem a figura) do local, que disse não saber da localização.


Passados mais uns bons tempinhos por ali, naquele local um tanto quanto estranho, percebemos que estávamos todos embarrados, pois havia chovido...


Resolvi então, deixar assim mesmo! Desistimos!


Parei num local quietinha e fiz uma oração para ele que certamente teve um dia, por um pouco de tempo, por ali seu corpo repousando...


Fiz a oração e me senti leve!Valeu tudo aquilo!


Agora, só faltava voltar ao táxi, cujo motorista nos olhava como se tivesse visto os próprios fantasmas, só que estes, desta vez, deixaram seu carro embarrado e molhado...


O motorista ficou ainda mais estupefato quando ao nos levar de volta dissemos que iríamos logo pra rodoviária, sem mais passeios.


No mínimo estranha para ele a situação de ver dois estranhos turistas, mal arrumados, escavalgando sobre túmulos e após, ir diretamente embora... Se vissem a cara dele!


Coitado! Estava assustado!


Mas valeu tudo aquilo e até hoje sou grata ao Franco por ter me feito companhia naquela empreitada um tanto quanto estranha e escabrosa para umas férias e descanso num local tão lindo!


Mas foi muito bom, pela primeira vez, pisei o mesmo solo que ele...


Mas reconheço, só mesmo o Franco pra me aguentar!


Depois disso, até o Sol apareceu novamente! (Chica)

domingo, 15 de fevereiro de 2009

* Um fim de semana legal!


Estrada florida com as hortências...


Lago Joaquina Bier

Uma cascata em Gramado...



Cascata do Caracol em Canela



Vale da Ferradura




Como é bom começar o dia e pular na cama de nuvens da vovó e vovô!!!





Expedição ao lago dos patos...






Se embrenhando no mato para uma nova aventura...







Um outro ponto do lago, sem os patinho mal humorados!








No bosque do hotel com o vovô...









Na recreação do Laje de Pedra, com o amigão coati, que representa o bicho coati, presente na região...










Hora das despedidas...O que era doce, acabou-se!











Saída de Gramado...Até o céu ficou mais triste...

000o000o000o000


Numa tarde quente, parecendo um forno aqui em P.Alegre, rumamos com dois dos nossos netinhos, Gui e Neno, para a serra gaúcha, a fim de lá passar um fim de semana diferente e tranquilinho...
À medida que subíamos, já podia se sentir o ar bem mais fresquinho e delicioso.Gui e Neno, como todas as crianças em viagem o que faziam além de bagunças?
As clássicas perguntas:
- Falta muito? Quanto falta ?
Ainda bem que deram uma cochiladinha que foi providencial e fez bem aos nossos ouvidos...
Nosso destino: CANELA.
Para chegar lá, passa-se obrigatoriamente por Gramado, uma linda e aconchegante cidade, que já na chegada, nos acolhe , com saudações em seu pórtico.
Em seguinda, uns 7 km. após, finalmente Canela.
A partir da chegada no hotel a folia e bagunça começaram...
Os dois não pararam mais um segundo sequer e nem podiam esperar que ajeitássemos as bagagens por lá.
O legal é que as brincadeiras eram tantas que à noite, na hora de dormir, simplesmente "desmaiavam", para acordar "em forma" para o 2º round...
Um novo dia começando e bem...
Como é bom pular e depois se atirar na cama nuvem da vovo e vovô..
Numa das atividades, fomos fazer uma expedição ao lago dos patos...
Era num local não tão próximo ao nosso hotel e Gui estava com suas pernoquinhas gorduchas cansadas...
Porém, os dois tiveram uma "agradável" recepção, após a longa caminhada: os patos e gansos estavam com o humor abalado e vieram em nossa direção prontinhos pra pegar o primeiro que desse chance a eles.
Foi uma correria geral, inclusive a "fotógrafa" que tudo registrava, se mandou...
Houve uma choradeira entremeada de risos nervosos.
Passado o susto, fomos para a outra ponta do tal lago, onde onde os danadinhos não estavam e havia apenas uma fonte com aquele barulhinho legal e característico.
Neno, exagerado, chegou a conclusão que aquele era o momento de maior paz na sua vida, num local sem pessoas, sem qualquer barulho que não fosse a água correndo.
Tenho certeza, que os patos e gansos também estavam em paz agora...
E assim, fomos indo, entre brincadeiras deles, piscina, recreação ,jogos , nosso descanso e leituras em meio ao bosque verde e lindo do hotel.
Muito mais há pra ver e para mostrar dessa nossa serra gaúcha, mas assim, deu pra dar uma provinha e deixar aqueles que não a conhecem com um gostinho de quero mais, que é tão legal...
Venham até aqui, vale a pena!
A última foto, a saída de Gramado, o pórtico que antes nos dava boas-vindas, agora deseja boa viagem...Até a volta!
Saímos de lá com os guris tristes pela bagunça ter chegado ao fim...(por lá, pois por aqui, a cada encontro, ela se renova e incrementa...) Isso é legal!
Como podem ver pela foto, até o céu estava ficando triste...
Foi um lindo fim de semana , renovando nossos ânimos, com o descanso, ar puro e tanta beleza junta...
Agora é sonhar e esperar o próximo, enquanto isso...fico por aqui, e bem contente em estar conversando com todos vocês...(Chica)

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

* Um grito que ecoa...






Estava aqui em casa trabalhando, tranquilinha, quando, de repente, um horripilante grito ecoa, seguido de choro de uma mulher...



Ela chorava compulsivamente e em tom muito alto...



Desespero profundo! Isso durou quase meia hora!



Aquilo me deu um susto e a primeira reação foi ir até a janela mais próxima ver se descobria de onde havia partido...



Essa mesma reação foi sentida por outras pessoas que fizeram o mesmo.



Nada se avistava e muito menos, conseguimos identificar nada...



Depois, o silêncio...Um profundo silêncio...



A essas alturas, já com os joelhos bambas do susto e com um grande aperto no peito fiquei pensando no caso.



Vivemos aqui nessa quadra, cercados de casas e prédios, onde, obviamente existem muitas e muitas famílias e pessoas.



A distância que nos separa é muito pouca e no entanto, somos impotentes para oferecer qualquer ajuda, nem um ombro numa hora dessas.



As cidades grandes estão tão impessoais, frias, que parece ficamos indiferentes ao sofrimento alheio.



Não nos interessamos mais em saber como um vizinho está, o que ocorreu e muito menos, pela grande distância, não física, mas aquela emocional, somos incapazes de identificar as vozes, o que facilitaria a ajuda.



Assim, estamos ocupando os mesmos espaços, muitas vezes o mesmo elevador nos leva às nossas casas e no entanto toda essa frieza nas relações...



Lembrei então das cidades pequenas, onde todos ainda procuram ajudar-se mutuamente e ser solidários.Que coisa, não?



O que o crescimento das cidades fez conosco?



Está nos tornando robôs?



Gente sem coração que pelo medo e em respeito à privacidade, deixa o outro ao seu lado ou bem próximo, sofrer e enfrentar o "mau tempo" sozinhos e desamparados.



Ainda hoje, ecoa em meus ouvidos, aquele terrível grito e no meu coração ainda dói a impossibilidade de algo fazer.(Chica)

* A corda bamba...






Estás te sentindo como numa corda bamba?



Cai de um lado, endireita, cai do outro e segue em frente?



É isso mesmo, trate de manter o equilíbrio, e seguir sempre em frente!



Não desista! Mesmo que olhes pra baixo e te dê medo! Mesmo que pareça que vais cair!É assim mesmo nossa vida!



Que hoje tenhamos todos um dia que nos permita andar à frente, sem medos! O medo nos aprisiona e retrai...



Ótimo dia!(Chica)

* Histórias:Chica e suas audiências...





Chica e suas audiências ...



Como sempre, em todos os lugares, apesar dos horários serem préviamente marcados, estes não são respeitados...



Bem, naquela época eu trabalhava num escritório de um advogado tri rigoroso, enérgico e por que não dizer, um porre.



Após o almoço, era sempre o horário em que as audiências aconteciam e lá ia a Chica, muitas vezes saindo junto com os filhos para deixá-los nas suas atividades.

Assim, fechávamos o portão, e entrávamos no carro. Pronto!



Mas, lembram da Bolinha?

Aquela cachorrinha danada, que contei na parte I?

Nesta época ela já ficava em casa sozinha! Era pelo menos, o que esperávamos...

Como já estava maiorzinha simplesmente, dava um jeito de fugir por um cantinho do portão e ia seguindo todo o trajeto pela rua.

Aprendeu, então, todas as nossas "mocas"...

Sempre nos fazia visitinhas surpresas...

Pois bem, imaginem eu, sentada na sala dos advogados, parecendo gente, esperando as audiências acontecerem e sabem como são todos arrumadinhos e englostorados , não?

De repente, quem aparecia???

Sim, ela mesmo: A D. Bolinha, que entrava no salão principal da Justiça do Trabalho, ia fazendo festa para todos, enquanto me procurava.

Quando a vi, pela primeira vez, queria me fazer de indiferente, com cara de paisagem, deixando com que pensassem que nem ao menos a conhecia.

Porém, isso não deu certo.

Ela pulava no meu colo, abanando o rabinho e "sorrindo" pra mim, pela alegria do reencontro!

Passei a levar na esportiva e tinha que pedir para um táxi levá-la de volta pra casa...
Aquilo ficou famoso por lá! Pudera, não?(Chica)

* Uma declaração e tanto...




Olhem que coisa mais linda!

Gui, ontem à noite perguntou pra Tita, sua mamãe:

-Tu não gosta que eu te chame de mãe, né?

Ela disse que prefere ser chamada de "mamãe"...

Ele então veio com essa:

- "Tu é a mamãe que eu sempre quis ter!!!"

Nem, preciso dizer que enfeitada e colorida na noite da Tita,não?

Pequenas palavras tem esse poder, quando chegam do coração!(Chica)

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

* Alegria ...






Com essa alegria toda trabalhando e cozinhando?



Isso é bom!



Que comida gostosa e com boa energia pra passar a quem a vai comer, heim?



Assim, se pudermos fazer tudo aquilo que for necessário em nossos dias, seja em casa, no trabalho ou onde for, com amor e alegria, nossa energia se espalhará e todos sentirão isso no ar...



E o mundo está cada vez mais precisando disso!



Vamos fazer nossa parte? Não custa muito! (Chica)

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

* Uma carta para a mãe em seu niver...







Estou escrevendo esta no dia 7 de fevereiro...



Faltam apenas três dias para o teu niver...e acabei de falar contigo.



Ainda estás indecisa e não queres nada. Insistes nisso.



Porém, pelo que me lembro, desses meus 60 anos, há muitos e muitos anos isso se repete...



E, teimosinhas que somos,vamos insistindo!



Quando chega o dia ,gostas de tudo, ficas feliz. Parece que te falta coragem de enfrentar até chegar o dia, depois,tudo dá certo e é por isso que dizes que somos chatas e estragamos teus dias...



Queremos que saias de casa, te divirtas! Participe da vida!



Não podemos ir até aí com todo nosso povo...Isso é ponto pacífico...



Ficarias maluca...E nós também pois, com as vozes de gralhas que nossa família tem, nas reuniões deveria ser quase obrigatório o uso de protetores auriculares...



Mas, de qualquer forma, teu niver com ou sem festa, será, no dia 10 .



Disso não podes escapar!!!



Completas 83 anos, uma data e tanto a comemorar!



Embora teimes em não gostar do teu aniversário, é de qualquer forma, querendo ou não, uma senhora data e deve ser festejada e sobretudo, agradecida...



83 anos, não é bolinho,não!!!



E como estamos felizes que estás aqui com todos nós!



Mesmo que não consigamos nos ver tão seguido como gostaríamos, sabemos que sempre estás por aí, em tua casa e nos falamos várias vezes ao dia por telefone.Isso é legal!



É a certeza de poder te encontrar, num endereço certo e num número certo...



Queremos que essa data se repita por muitos e muitos anos ainda e que percebas quanta coisa boa há pra ser vivida e aproveitada fora das quatro paredes da casa...



Nesses anos todos, tantos acontecimentos...



Tanta coisa passamos juntos, em família...



Quanta gente nela entrou e saiu...



Tuas filhas, nós quatro, somos todas avós e, portanto, envolvidas novamente com crianças e isso é muito bom e faz bem...



Tivestes 13 netos...



Tens 15 bisnetos e já em caminho "o" ou "a" de nº 16.



É um bocado de gente!E um bocado de gente que gosta de ti, cada um do seu jeito e modo, demonstrando ou não, longe ou perto...



O importante é que gostam e és querida...



Assim, vês quanta coisa há pra te interessar e fazer por aqui?



Muita coisa,não?E esse número enorme, já mostra que não podes viver os problemas de cada um...



Chega uma hora na vida que, com nossa consciência tranquila, passamos a apenas olhar...



Temos que aprender a ver os acertos, erros, burradas e que estão à nossa volta...Quantas nós fizemos até chegar aqui, né?



Torcer por todos e aplaudir, vibrar, sem entrar de cara nos problemas, já que isso não é mais pra ti...



Cada um deles tem seus pais e/ou mães...É a vez eles...



Tua parte agora é apenas ficar feliz quando tudo está bem sem sofrer quando assim não estão.



Lembras o filme do Marcello Mastroiani, "Estamos Todos Bem"? É assim sempre!



Aqueles filhos protegiam o pai, não escancarando seus problemas e vidas pra preservá-lo.



Assim, sem envolvimentos, apenas ajudando como sempre que podes fazes, estaremos festejando muitos outros aniversários e sempre com a mesma alegria...E é isso que queremos...



Que teu niver seja muito feliz e que hoje, neste dia que estamos todos reunidos, ao voltar para casa, penses e repenses o rosto de cada um , que vais perceber essa alegria em nós!



Que muitos outros "nivers" venham e só te pedimos pra que nós não fiquemos malucas antes da hora:



- não nos deixa sem saber até o último minutinho, nessa coisa de vai ter, não vai ter, não vou fazer, vai ser domingo, vai ser na terça-feira...



Quase endoidamos...



Olha que por pouco, de tantas mudanças, uma parte da família foi pra um lugar e outra para outro...



Uns num dia , outros em outro...



Deves lembrar que tu estás completando 83, mas nós, não estamos na "primeira fervura",rsrsrs...



Temos, 66, 65, 60 e 54 anos... e numa dessas, piramos...rsrsrs...



Um baita beijo e um FELIZ ANIVERSÁRIO! Chica





000o000o000o000



Para complementar, aviso que a tal festa tão indecisa, foi realizada, no domingo passado mesmo, portanto dois dias antes e, sem parte da família, que não ficou sabendo, devido a tantas mudanças...



Assim, quem não conseguiu comparecer, deverá se encontrar hoje com a mãe, ou então, de repente, nada mais do que de repente, surge outra festa pra então reunir todos...



Coisas de família!



Acho que são todas mais ou menos assim...



Confusas, atrapalhadas, todos falando ao mesmo tempo, mas com muito amor e no caso, cheiiiiinhos de felicidade por nossa mãe ainda estar poor aqui, fazendo dessas suas clássicas trapalhadas de niver...



Que possamos até nos incomodar, ficar sem paciência por muitos e muitos anos ainda!!"



Isso assegura sua presença!(chica)

domingo, 8 de fevereiro de 2009

* Casa de ferreiro, espeto de pau e cabeça nas nuvens...


Tudo pode acontecer...

Entrei na cozinha agorinha, pra preparar a comida do Neno e senti um cheirinho estranho...

Olha daqui, vira dali, achei...

A sanduicheira ligada desde as 06.30 hs, estava ferveeeeeeeeendo.

Imaginem!

Mas, provou ser das boas, não torrou!!!

Logo eu que cuido e faço campanhas para cuidados com o ambiente, consumo e tudo mais e pior, hoje no meu blog, coloquei uma mensagem sobre a atenção que devemos ter sempre que fazemos algo...

Por causa do Recanto das Letras e dos belos textos que lemos por lá, esquecemos da vida...Isso ainda somado aos blogs...

Começamos, vamos lendo, um a um, os textos, comentários, comentando e assim, o tempo vai sem pena, passando, passando...

E tudo, esperando!!!

Podem então, começar a fazer "vaquinhas" para cobrir os custos de gastos extras e inesperados...

Espero que não aconteçam, mas, com essa cabeça, não posso garantir nada! Preparem-se, pois!(Chica)

* Texto escrito num dia de cabeça nas nuvens, em 2008...mas que pode se repetir sempre!

* Olhando para o alto!



Quem de nós, na infância, não ficou um tempão olhando para o céu, tentando encontrar formas conhecidas nas nuvens ?
Umas nos pareciam animais, outras, brinquedos, outras, se pareciam com alguém...
Com a mente aberta, olhar o céu...observar as nuvens em suas mais diferentes formas.
Ter a mente no alto, olhar para cima.
Nesse caso, ao olhar as nuvens , estamos literalmente fazendo isso.
Porém, ainda que estar com a "cabeça nas nuvens" signifique estar desatentos, podemos, ao contrário, ao observá-las, estar muiiiiiito atentos...
Nesse simples gesto, podemos relaxar, meditar e apreciar a beleza que nos é ofertada, bastando somente "olhar para cima"...
Que todos possam e tenham chances de encontrar nelas ou em qualquer outro ponto do Universo, um motivo para contemplação , que possa elevar o pensamento ao Alto.
Um grande abraço, procurando manter os pés no chão e a cabeça bem lá em cima! (Chica)

sábado, 7 de fevereiro de 2009

* Os homens e suas manias...




Sabem aqueles crachás de identificação para entrada em locais públicos ou empresas?

Pois bem!

Franco trabalha numa empresa e os usa.

Tenho certeza, que seus documentos , dinheiro e até o crachá, são os mais limpinhos de toda empresa!

Por isso eu coloco a minha mão no fogo!

Por aqui, hoje eles foram novamente lavadinhos, deram todas aquelas voltinhas e reboladas na lavadora de roupas e estão limpinhos, cheirosos, pronto para serem usados, desta vez, sem que fosse percebido pelo Franco.

Ora bola, pergunto eu:

Por que eles não tiram seus pertences dos bolsos antes de colocar as roupas na pilha das sujas?E ainda reclamam quando seus documentos são dilacerados...

Pobrezinha da máquina! Ainda não sabe selecionar e quem fazia anteriormente, agora embestou de ficar escrevendo aqui e ali, não faz mais nada.

Que coisa!

Quem já não fez isso? Os maridos agradecem, não?

Ficam "felizes"!!!

Mas, como boa teimosa, repito: a culpa é deles!!!

As mulheres não concordam???(Chica)

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

* Relembrando...






Como ontem foi o niver do nosso caçula, o Fabrício (Zezo) lembrei de uma das tantas aprontadas dele...



Com os quatro filhos todos juntinhos, quase nas mesmas idades, tínhamos sempre acontecimentos...



Chegada a hora da Primeira Comunhão, Tita e Gordo foram juntos à escolinha de catequese...



Era aos sábados , à tarde (um belo programinha...) e durava dois anos.



Aí, o Gordo,de tanto conversar nas aulas,ao invés de fazê-la junto com a Tita,de quem tinha apenas um anos de diferença, acabou caindo junto com a Neca.



Finalmente chegara o dia e Neca e Gordo fariam a comunhão juntos...



Ao chegar a hora da comunhão propriamente dita, Franco e eu tivemos que acompanhá-los, lá no altar.



Ao voltar para o banco, minha mãe disse:



-Parabéns, pelos três!-Como assim?eu disse.



Adivinhem...



O Zezo, por sua conta e risco havia ido no padre que estava dando a comunhão para o restante das pessoas, no fundo da igreja e fez sua primeira comunhão.



Voltou o banco todo feliz e disse que "tava bom e que havia comido papai do céu".



Pode?



Aí, muito prática, refeita do susto e já cansada de todos os sábados à tarde acompanhar crianças até a aulinha de catequese, resolvi...



Foi opção dele, então vamos considerar feita!



Fui lá , naquele espaço onde tiravam as fotos pra lembrancinha e foi feita a foto de lembrança de sua Primeira Comunhão, de vermelho e preto, como podem ver na foto...



As cores, mostravam que era um anjinho "diabinho".



Assim, hoje, olhando pra trás, não me arrependo...



Foi, com certeza, a mais espontânea que já tive notícias, sem qualquer preparação, mas do fundo da vontade do seu coração e, convenhamos, ficou bem melhor pra todos nós.



Festejamos os três e acabou esse capítulo na nossa vida.



Teríamos os sábados livres e estavam todos quites com o papai do céu ( ou com as convenções da igreja...)Chica

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

* Os passos e o chão...




Que todos nós consigamos aprender a ter a calma e sabedoria suficientes para dar os passos conforme o "chão" for se apresentando sob nossos pés...

Nem antes, nem depois, na hora exata...(Chica)

* Para o Zezo...



Aqui, mostrando o quanto todos estavam felizes com tua chegada.




Tua lembrancinha do 1º aniversário.





Aqui, mostrando já as tuas "artes"... Com apenas um aninho e o braço quebrado!



ZEZO

Em cinco anos apenas, foste o último a nascer e formaste a nossa linda escadinha.

Assim, em 05 de fevereiro de 1975, chegavas ao mundo com teu chorinho, uns fiapos amarelinhos na cabeça e lindos olhos azuis.

Uma cara de sapeca e tinhas tudo pela frente pra enfrentar...Assim que voltamos pra casa, tinha a Neca te esperando...

Nem imaginavas que na primeira mamada, uma bordoada.

Neca com ciúmes, te deu um lindo carinho! Com uma boneca nas mãos foi te dando uma batida...

O tempo foi passando, todos e tu crescendo juntos.

Por força de sobrevivência, caminhaste com oito meses e meio, acho que pra poder fugir da Tita, que insistia em ser tua mamãezinha...

Eras(?) muito danado! Basta ver a foto onde, com um aninho, já havias quebrado o braço e o pior, com o gesso, inundaste todo o apartamento, quebrando um cano!!! Coisa mais legal!!!

Era tuuuudo que queríamos, num inverno, com chuvas e quatro anjinhos dentro de casa!

Cresceste, foste pra escola, da escola ao tênis...

Campeonatos vencidos por todo o Brasil...

Foste um grande jogador. Tantas injustiças, tantas aprontadas, que eu, junto contigo, tive a oportunidade de assistir !!!

Mas isso ficou no passado!

Daquele tempo, não gosto nem ao menos de lembrar!

Morávamos numa casa boa e própria pra ser aproveitada aos fins de semana, com um churrasquinho e piscina e no entanto, passávamos correndo entre os clubes e torneios...

Hoje, coube a ti essa tarefa, acompanhando teus alunos nessa empreitada...

Como a vida se repete!!!Não tens a tranquilidade de umas férias ou finais de semana à vontade...

Lembras daqueles tapinhas nos ombros, patatis e patatás e nas costas...a falsidade, as puxadas de tapete, a vontade de nos engolir vivos se pudessem...

Tanta coisa aconteceu, tantos problemas, tantas coisas boas também!

A vida foi passando, os rumos foram mudando...

Hoje, és o pai do Neno, que tanta alegria nos dá!

Assim, nesse dia, queremos pensar nas coisas boas e que daqui pra frente, elas surjam cada vez mais na tua vida e que tudo passe a dar certo!

Que teu niver seja muito legal e que Neno te dê todas as alegrias que sonhas e que tu, um dia, possas olhar pra ele e lembrar de nós, que como pra ti, procuramos fazer o melhor pra ele também.

Que um percebas nele, um pouco de nós para lembrar os valores que sempre pretendemos passar e talvez ele os assimile!

A cada ano que inicia, desejamos que sejas feliz, um Feliz ano Novo.

Porém ,hoje, quando completas 34 anos, é o teu ano particular que inicias e esperamos nele só o bom e que as coisas engrenem da melhor maneira na tua vida!
Parabéns, felicidades e tudo de bom!

Beijos!