Páginas

Surpresa muito legal tivemos!!!

terça-feira, 31 de março de 2009

* Que coisa mais feia,D.Vovó!!!



Aqui em casa o telefone toca mais do que antigamente batiam nas portas das casas das parteiras ...

E, sempre estou ocupada com uma ou outra coisa.

Assim, muiiiiitas vezes, quando ele toca dou uma "reclamadinha" básica...

Pois bem!

Ontem, Gui estava em sua casa, quando o telefone por lá tocou e ele estava fazendo algo junto com a Tita.

Daí ele saiu com um daqueles nomezinhos bonitos...

Perguntado de onde saiu aquilo , ele disse:

-Lá na vovó, cada vez que toca o telefone, ela diz isso,rsrsrs...

Será isso mesmo, ou a D.Tita. se esquece o que diz no trânsito, heim?

Acho que não é SÓ culpa da vovó!

Tô achando que dá pra dividir essa culpa, heim,Tita???

Essas crianças são danadas e empregam o que ouvem na horinha certa!

Cuidado, pois! Chica)

domingo, 29 de março de 2009

* Tremendo e vivendo...


Uma mão tremilicando
mas não para de escrever
enquanto está escrevendo
ela para de tremer...
Se eu fosse num doutor
do avesso ia me virar
assim resolvi apenas
minha mão quieta não deixar...
Ela está sempre agitadinha
aprontando aqui ou ali
e nem importa a tremidinha.
O importante? Estou aqui!
Não me obriguem a fazer
o que nem gosto de pensar
minha vida eu decido
não quero me atazanar!
Já passei por muita coisa
não pretendo mais então
assim só tremer a mãozinha
não vou dar bola não!!!
Só no dia que descobrirem
um exame diferente
colocando um dedo na "máquina"
Vendo logo o que está "doente"!
Assim quero que me deixem,
em paz com meus tremiliques
não adianta me mandar ,
pros médicos e seus xiliques!
Enquanto isso vou levando
nem pensando em minha mão
a cabeça ainda tá boa
não quero esquentar não !
Sei muito bem que não pode
servir de conselho o que digo
muitas vezes um bom médico
pode ser muito amigo...
Amigo eu considero
gosto só pra conversar
mas na hora dos exames, fujo deles
e ninguém vai novamente me pegar!!!
Assim com minha mãozinha
tremendo ou não, não importa
vou vivendo animadinha,
teimosa como uma porta!
Melhor tremer um pouquinho
e estar de bem com a vida
abrir espaço pra doença
não está no "script" da minha vida!!! (Chica)
000o000o000o000


quinta-feira, 26 de março de 2009

Uma linda visita...


Uma linda visita...
Noite fria de quase inverno, mas no rigor dele...
Janelas do quarto com as persianas levantadas, como sempre, para permitir desfrutar da vista tão logo despertemos...
Na cama...Vira, revira...Sai daqui, vai mais pra lá!
Puxa o cobertor, o lençol...
Cobre o rosto...E eles continuavam ali.Levantar, sair da cama, nem pensar...
O frio era muito mesmo.
Mas o que estava acontecendo, apesar de tudo, era muito lindo!
Quem estava nos visitando na cama, em plena noite , não se importando com o frio lá de fora?
Quem nos acordava numa noite onde tudo era próprio para um ótimo e quentinho dormir?
Eram eles: os lindos raios de um maravilhoso luar em sua fase crescente ...
Não é sempre que acordamos em meio à noite, com essa luz maravilhosa banhando nossos rostos...
Tudo isso, toda essa beleza de graça...
Nem o tempo que ficamos acordados depois disso, foi perdido ou pode nos fazer lamentar...
Foi uma linda visita em meio à uma madrugada fria...
(Valeu a pena!Chica-escrito no outono 2008)


terça-feira, 24 de março de 2009

* Para o Pippo em seu niver...

O galã saindo das águas do Rosa...
Diversão é legal!




Aqui o desenho que Neno fez pra te dar e disse que vai te enforcar de tanto abraçar, de tantas saudades...

Pippo

Há doze anos nascia
na cidade maravilhosa,
o carioquinha mais lindo,
deixando a vovó toda prosa!
Era um toquinho de gente
mesmo assim um amor
fomos pra lá correndo
enchendo-te de muito amor!
Vinhas de dois em dois meses
do Rio pra nos visitar
isso ocorreu muitas vezes
e depois, não queria pra lá voltar!
Choravas como um danado
daqui não querias sair
sabias que por aqui tu tinhas
vovô e vovó sempre ao teu lado!
O tempo foi passando
de lá voltastes então
agora, que coisa estranha
nos vemos menos que então!
Estás crescendo sabemos
mas cresceu também o amor em nós
assim espero que não esqueças
nunca, nunca dos teus avós...
Para o Pippo , que tá grandinho
que faz hoje aniversário
vai daqui o nosso carinho,
pelos 12 anos no calendário...
Sejas sempre muito feliz
em tua vida afora
e tenhas alegria e paz
e um beijo, mando agora!
Felicidades pelos teus 12 anos e um beijão!

* Tomara...


Que belo descanso, heim?
Parece que está com a consciência bem tranquila...
Que todos nós possamos também dormir assim, na certeza de que no nosso dia pelo menos tentamos fazer o melhor, dar o nosso melhor, ajudar alguém ou a nós mesmos...
Afinal, precisamos nos dar umas colheres de chá!
Precisamos estar bem ,relaxar bem, pra seguir adiante...
Um noite maravilhosa com um sono assim para todos!
Ah! E um detalhe:
- Que também ninguém te "tire do sofá"!!!
Assim, uma boa noite está garantida! (Chica)

segunda-feira, 23 de março de 2009

* Nosso pequeno Cuca


Nosso netinho, Gui, com seus 3 aninhos, adora comer bem...
Sente verdadeiramente prazer em se alimentar e até nas brincadeirinhas, prepara pratos...
Assim, na sexta-feira que passou, participou de um curso para pequenos cucas...Era o menorzinho da turma.
Estava radiante em levar para sua casa o avental, o chapéu de mestre-cuca e mais ainda, porque após o preparo do prato, houve a célebre degustação...
Incentivar hábitos e alimentação saudável às crianças, faz parte de sua educação...
O Gui, nesse quesito preenche todas as expectativas.
Quem sabe, não teremos aí um talvez famoso Mestre-Cuca, um gourmet do futuro?
Se não for famoso, pelo menos, tenho certeza, grande será...
Que o seu apetite seja sempre assim, com alimentos escolhidos a dedo, saudáveis.Assim vale a pena cozinhar...
O prato fica logo,logo, bem limpinho!
Afinal, um mestre-cuca deve experimentar e provar de tuuuuuudo,né Gui?
(Foto tirada no local, com os participantes, em setembro/08)

sexta-feira, 20 de março de 2009

* O OUTONO para nós...




Hoje iniciamos o outono, mais uma vez!

Por isso trago um txto escrito no início do outono passado...

O outono para nós...

O outono já começou há bastante dias, porém, só hoje vejo a sua cara...

Chove, está mais fresquinho e então, lembrei de procurar entre as roupas do Neno as que servem, as que não servem mais para passar adiante...e por aí vai!

É hora de renovar o armário...Tudo na vida se repete !

Esse gesto, me fez lembrar que essa era também, a nossa eterna preocupação sempre nos meses de março, já que naquela época, as estações eram pontuais...

Com 4 filhos pequenos, que formavam uma bela escadinha, a entrada do outono significava um monte de coisas, entre elas, as roupas ...

Nada mais servia de um ano para o outro.

Faltavam de pijamas aos abrigos e uniformes, sapatos, botas ortopédicas...

Além de todo o material escolar, tudo na mesma época...

Todas as calças, ficavam parecendo aquelas de caçar marrecos na beira da lagoa...

Ainda bem! Isso significava que estavam crescendo bem!

Encurtavam e nem ao menos, na maioria das vezes, podiam ser repassadas de um para o outro, pois eles tinham muita vitalidade e eram uns perfeitos "anjinhos", o que fazia com que suas roupas fossem REALMENTE BEM USADAS E APROVEITADAS...

Ainda bem, que naquela hora, o Opa e Oma,meus pais, chegavam com uma boa "mãozinha" na hora das compras.

Davam, pontualmente em março, para aplacar minhas preocupações, uma graninha que resolvia uma bela parte desse problema de outono!

Agora passados tantos e tantos anos, tudo está quase igual... nossos cabelos já estão quase como as folhas de outono, mas nossos troncos, ainda estão firmes...

Pena que o Opa já não está mais por aqui, mas...

Temos que dar vivas ao resto todo, que é uma parte muito maior: ainda temos a Oma entre nós, crianças para nos dar essa "preocupação" e nós, estamos por aqui, pronto para encarar mais um outono nas nossas vidas...

Para mim, hoje ele começou...(Chica, em 2008)

terça-feira, 17 de março de 2009

* O livro da nossa vida...




Desde pequeninos vamos sendo tentados a pegar papéis e canetas, lápis coloridos e rabiscar...
Nossas garatujas ficam marcadas e ao exibí-las aos mais velhos, estes ficam emocionados ao ver nossos talentos e vêem até um potencial ali naquela folha de papel...
Um pouco mais tarde, vamos pegando o lápis e aprendendo a escrever, desenhar formas, pintar...
Já somos então, capazes de escrever na linha certa e até pintar dentro dos contornos demarcados...
Nos são apresentados os limites, as margens...
Depois, vamos chegando a uma fase em que, se pudéssemos, passaríamos looooooonge dos lápis , cadernos e leituras forçadas...
As folhas ficariam limpas...
Assim é em nossa vida.
Desde pequenos, somos levados a preencher páginas em branco do nosso livro da vida.
Elas estão ali, à nossa frente...
Tudo aquilo que fazemos, são como as palavras que uma a uma vão formando as frases e orações.
Tudo vai ficando registrado na página...
Nossas atitudes mais drásticas, erros, correspondem às páginas onde escrevemos sem tanto capricho, sem cuidado ou atenção.
Tentamos sempre escrever "dentro das linhas", mas nem sempre conseguimos.
Nossa mão é firme, decidida, somos fortes e portanto, muitas vezes teimamos em escrever ao nosso modo, não nos importando com o resultado da "página" que ficará registrada.
Não aceitamos ou nos rebelamos contra qualquer "revisão"...
Finalmente, quando estamos com as atitudes bem decididas, sabemos o que queremos, sabemos onde pretendemos chegar, o nosso foco, ali à nossa frente as páginas em branco são preenchidas com vontade .
Vamos escrevendo com pressa, nos damos conta que há muito para "escrever" e pouco "papel", poucas "folhas " nos restam...
Depois, nossa mão já trêmula, muitas vezes consegue apenas fazer rabiscos, como quando éramos iniciantes na vida, quase como as garatujas dos pequeninhos, como num ciclo.
Assim, vamos tentar usar as nossas "páginas" da melhor forma possível para que quando nossas mãos e escritas já estiverem fracas e trêmulas, que pelo menos possamos ler, olhando as folhas anteriores, bons capítulos de um grande livro cuja capa será escolhida pelo Grande Editor!

segunda-feira, 16 de março de 2009

* As crianças e as suas idéias...


Ontem perdemos nosso querido Tio Totto, lá da Itália.

Neno ouviu toda a movimentação e tristeza quando recebemos o telefonema avisando.

Ficou bem quietinho, olhando a tristeza do vovô...

Quando fui colocá-lo na cama, na hora de dormir, como sempre, na hora de dar o beijo de boa-noite, saiu com essa:

- Vovó, hoje eu vou ter que pedir outra coisa pro papai do céu...

-Vou pedir a ele pra cuidar bem do Tio Totto, pois ele ainda não chegou lá no céu. Está na escanda rolante ainda...

Que coisa mais querida,não?
Uma noção ele tem da história toda! (chica)

* Uma luz que se apaga, a tristeza e uma lição...


Uma cidadezinha pequeninha, pertinho de Roma, Nerola, que até já falei por aqui, hoje está mais triste...

Estamos todos nós aqui em casa, mais tristes...

Lá, apagou uma luz muito importante da vida do Franco e sua infância.

O Zio Totto partiu , aos 80 anos e deixou muitas saudades.

Ele com sua carinha de gnomo, sorridente, barrigudinho e baixinho, não se mixava pra nada.Apareciam as "bombas" e ele as agarrava, mas de um ou outro jeito, ficava bom...

Sabíamos que ele ficava doente, mas dava um jeitinho de se sair sempre bem...

Andava de bengalas, tinhas vários problemas nas pernas e ossos e no entanto, lá ia ele, até pouco tempo atrás, pelas estradas da cidade, rumo aos campos das oliveiras e parreirais onde cultivava olivas e uvas para óleo e vinho.


E que bom era o óleo do Zio Totto...hmmmmmmmmmmm...


E o vinho branco que ele servia com alegria quando eu estava lá pois sabia que só tomo dele...

Quantas recordações temos dele!

Para Franco então, ele representava todas as referências das coisas boas de família italiana...


Ele e a zia Terezina, receberam de coração e casa abertos o nosso Gordo, quando foi morar na Itália, tratando-o como um filho, por vários meses até que ele pode se estabelecer e viver sozinho.


Nunca iremos esquecer disso!

Tanta coisa boa pra lembrar dele...

O presépio, que ele preparava, dava gosto de ver.

Tudo fruto da sua imaginação e feito manualmente, com seus instrumentos de trabalho também "enjambrados".

Lindo de ver!

E as palavras cruzadas!

Nunca esquecerei o seu jeito próprio de resolvê-las.
Ao lado da mesa onde ele as resolvia, havia um Atlas Geográfico, onde fazia as pesquisas dos nomes dos rios , cidades e capitais , tudo pra não deixar nada, nada em branco...Dava gosto de ver!

Precisavam ver a alegria com que nos mostrava as suas construções e engenhocas.

Pra tudo ele tinha um jeitinho.Sua "oficina", no porão da casa era legal de se ver!Não colocava nada fora.

Cada tampinha que sobrava, na mente dele, já estava destinada à construção de um detalhe para incrementar os brinquedo que construia para os netos ou para preparar as pontes, casinhas, moinhos, para colocar nos presépios.


Fazia seis anos que não o víamos , pois foi a última vez que estivemos por lá, mas mesmo assim, sempre foi assunto de nossas conversas e lembranças da Itália.


Ficamos muito tristes hoje e o que nos conforta é que ele continuará dentro de nós para sempre , ocupando um lugar de destaque e sempre que falarmos na Itália, será lembrado com a alegria do seu sorriso maroto de menino levado.


Parece que a tristeza deu lugar às lembranças de quanto restou dele entre nós e a certeza que será sempre assim!


Fica sempre uma lição de tudo: procurar deixar nossa melhor marca por aqui , fazer apenas o bem aos outros, levar uma vida tranquila, honesta, simples e séria pois assim, até na hora da nossa "partida" as coisas para os que ficam, parecem mais fáceis...


Tem muito de bom a lembrar e as boas recordações sufocam a dor e deixam a saudade boa aparecer.

Agora, ao terminar esse texto, me sinto mais confortada...

Que coisa estranha!Fez bem colocar em palavras e escrever sobre ele...

Que o Franco, a quem dedico esse texto, também possa se sentir assim, mais leve, como eu ...

Assim, é melhor, combina mais com o jeitinho dele !( Chica)

domingo, 15 de março de 2009

* 15 anos que fazem diferenças...

Ontem tivemos o aniversário de 15 anos de nossa primeira sobrinha-neta, a Vicky, filha da Tefa e neta de minha irmã, Mausi...


Lembro do dia em que Vicky chegou ao mundo...


Era um dia frio , mas estávamos cheias de calor.


A euforia e nervosismo eram grandes.


A expectativa maior ainda.Não víamos a hora que acabasse aquele parto para termos a notícia tão esperada ..


Enfim, ela veio...


E logo vimos a carinha linda daquela menininha e sua mamãe, para nós uma menininha ,que emocionou a nós todos...


Aí, foi uma coisa fora do normal.


Naquele hospital, não sei como nos deixaram ficar nos corredores e à frente do berçário, pois era tanta, mas tanta gente, que parecia mais uma grande festa por lá.


E, para nós era mesmo, ainda que o local não fosse o mais adequado...


Naquele dia, todas nós irmãs reunidas, com a maior facilidade do mundo para aquele acontecimento.


Tudo tão simples e fácil...


Bastou o telefonema avisando e pronto, a correria e o encontro por lá...


15 anos se passaram para Vicky e para nós...


Para ela, apenas foi pra frente, ainda bem...


Cresceu, ficou grande, está uma linda mocinha, querida e estudiosa.


Pra nós, no entanto, ontem me dei conta, esses 15 anos passaram e deixaram marcas...


Já não conseguimos mais nos encontrar, passamos muiiiiito tempo sem poder fazê-lo..


Os nossos caminhos se bifurcaram e todas nós, temos os filhos e seus decorrentes problemas e netos.


Assim, um dia um está doentinho e não podemos ir à festa, outra vez, como ontem, nós é que não estamos em condições de festejar juntas...


Ah! 15 anos danadinhos esses!!!


Deixam rugas, cabelos brancos entre outras coisas,que é bom nem falar,rsrsrs... mas que ainda bem, mesmo assim, nos mantém ligadas , ainda que não possamos nos encontrar sempre.


Isso é muito legal e nos faz ver o que vale a pena, não importam os anos passando...

Estamos bem, aqui, prontas sempre pro que der e vier, com coragem, sem perder o ânimo...


Olhando por esse ângulo, podemos ver que eles passaram e nós continuamos caminhando juntas ,apesar das estradas serem diversas.


Mas no fim, mesmo longe, há aquilo que não pode faltar numa família: pelo menos a vontade de estar juntos e aí, se não dá, paciência...


Essa vontade, que chega de dentro, supre tudo e a qualquer dia, independente de festas, o encontro ocorre e é como se nunca estivéssemos separados.


O fio da nossa "meada", está sempre pronto a ser desenrolado e aí se preparem, pois muitos tricôs serão feitos...


Um beijo à Vicky e imaginem como será nos próximos 15 anos que passarem,heim?(Chica)

sexta-feira, 13 de março de 2009

* Marco e o nariz vermelho...



Hoje, na Inglaterra, é o dia do Nariz Vermelho...(http://www.rednoseday.com)


E' um dia especial, onde todos os colégios, escritórios, lojas, podem se vestir do jeito que quiserem, sem uniformes, desde que usem o "red nose"...o nariz vermelho .


Esse custa £1, e o valor arrecadado com doações adicionais, nos escritorios e ruas, por exemplo, shows de música, televisão é repassado principalmente para as criancas da África.

Uma boa iniciativa e fico feliz em ver o Marco e seu nariz vermelho,participando dele!

E por lá, podem usar o nariz vermelho nesse dia especial e aqui, nós , mesmo sem usá-lo, somos palhaços desse políticos que andam por aí...(Chica)

quarta-feira, 11 de março de 2009

*As Minhoquinhas...


Trabalhe um pouco com a terra.




Mexa nela, revolva-a...




Encontre até as minhoquinhas que moram nela...




Ao invés de se assustar com elas e jogar a pazinha longe de susto, dê um Oi, pra elas...




Agradeça a sua presença pois elas estão ali melhorando a sua terrinha...




Não tendo um espaço para isso, revolva a terra que está dentro dos "seus vasos"...




Adube-a, coloque tudo aquilo que você imagina que ela precise para que possa receber "sementes".




Então, com o canteiro interno preparado, plante e sem ansiedade, espere!




Um dia elas vão ou pelo menos, podem, germinar...Será muito legal! (Chica)


segunda-feira, 9 de março de 2009

* Mais uma da Chica advogada...


Morávamos em S.Leopoldo, uma cidade perto de P.Alegre.
Algumas de minhas audiências aconteciam aqui em P.Alegre.
Como sempre estava envolvida com a criançada, quando isso acontecia, era um baita programa pra elas, virem junto comigo e ficar na sala de espera, enquanto eu terminava as audiências, para depois fazer um lanche especial em algum lugar.
Isso, por si só, já era um fato um pouquinho diferente, e eles ficavam lá fazendo a maior zona...
Lembro que nunca fui muito chegada a saltos altos, justamente pela praticidade de um sapatinho baixinho e ainda mais pra combinar com as corridas que tinha que fazer com os quatro...
Então, acontecia algo que eles lembram até hoje...
Numa sacola, eu levava os saltos e quando chegava na esquina do Fórum, me transformava em gente, com ares de advogada, que na real era só por fora.
Não acreditava em nada daquela Justiça...
Mas, essa transformação era feita ali, e na saída, voltava pra casa, de ônibus ou de carro, a Chica preferida, aquela apenas mãe, de rasteirinhas ...(Chica)

domingo, 8 de março de 2009

* Uma homenagem...diferente,rsrsrs...


Estressadas???

Peguem a vassourinha e...corram!!!

Se não adiantar, pelo menos,a casa ou o pátio vão ficar mais limpinhos!!!

Porém, não adianta só passear e fazer de conta, com a vassoura na mão.
Ela precisa agir de verdade!!!(Chica)
Essa é uma homenagem ao Dia das Mulheres...
naõ entenderam???
Funciona assim...
Se o marido não lembrou que hoje é o teu dia, a vassourinha pode ser usada de vários modos: Fazê-lo faxinar ou...dar uma vassourada nele,rsrsrs...
Que tal?
um beijo e FELIZ DIA DAS MULHERES ou bom uso da vassourinha!!!(Chica)


quinta-feira, 5 de março de 2009

* Para pensar, rir ou me xingar...



Há pessoas que escolhem, escolhem, olham todo e qualquer detalhe ao aproximar-se de alguém para entregar seu coração...
Olham demais para as aparências...
Muitas vezes ao "selecionar", uns têm dentes feios, outros orelhas pequenas demais, pés grandes, e assim por diante...
Procuram a vida inteira o lindo prícipe encantado e acabam como?Encontrando um lindo cavalo do príncipe!
Cuidado, pois!Olhem o interior também!
Lá dentro pode estar escondido o melhor!
Além do mais, as aparências, como na imagem acima, podem ser modificadas e fantasiadas, mas o que está dentro é o que é real e o que VALE!!!...
O interior é uma caixinha mágica onde estão as coisas boas, as qualidades e as virtudes!
Assim valorizemos o interior de cada um , o exterior passa, se transforma, envelhece...
Então, podemos até dizer:viva os tribufús!!!
Sempre podemos ver algo bom!(Chica)
( Este é um texto com muito de verdade, um pouco de brincadeira e muito da vontade de além de tudo, me divertir fazendo isso por aqui. Estava pesquisando uma imagem para outro texto e me deparei com essa. Não resisti,então!)
Imagem Google:sa-co.net/?p=1002

segunda-feira, 2 de março de 2009

* Tirando o chapéu!




Hoje é um dia que marca um fato de se tirar o chapéu!


O Franco, nosso Kiko, está completando 44 anos de trabalho na mesma empresa.


Ela mudou várias vezes de nome, ele, porém, continua sempre o mesmo.


Trabalhador, honesto, cumpridor de todas as suas obrigações e compromissos, sempre disponível a qualquer hora, dia e noite, sempre com o mesmo pique...


Cedinho, inverno ou verão, lá vai ele, com sua pastinha, pegando seu "buzão" ...


Tudo isso, posso afirmar de cadeira, pois desses 44, compartilhei 42, desde que começamos a namorar.


Sempre foi o mesmo.


Nesses anos todos teve motivos de sobra para desanimar e desistir, sapos grandes, médios e pequenos engolidos, mas, uns dias com mais outros com menos motivação, sempre, foi adiante,firme e forte.


Não titubeou em engolí-los quando pensava no que tinha nos ombros o peso de uma família grande e ainda hoje, quando tanto tempo passou, e que poderia largar tudo pra cima, ainda assim, pondera, reflite e fica...
Talvez hoje, por lá, seja um dia igualzinho, sem sequer a lembrança desse fato, sem qualquer reconhecimento, mas para nós, isso está bem marcado.


Assim, hoje ele merece ainda mais os nossos parabéns e agradecimento.


Todos nós, da família, temos muito orgulho por ele ser assim...


Na certa, um grande exemplo de vida...(Chica)


domingo, 1 de março de 2009

* Os pássaros da nossa rua...



É maravilhoso realmente e creio que ninguém fica indiferente ao movimento e barulhinho dos pássaros.


Aqui, moramos numa cidade, rodeados de prédios, barulhos, etc...


Porém, temos o privilégio de conviver com os nossos amiguinhos de forma bem direta, pois, recebemos suas visitas que muito nos alegram...


Eles chegam todos os dias em nossas janelas.


Nos olham e escutam sem pedir nada, deixando para nós, como presente seus cantos e gorgeios.


É muito lindo! Uma verdadeira festa!


Faz algum tempo, numa árvore defronte, morava um pica-pau.


O que se nota ainda por aqui, é que até os hábitos do joão-de-barro, estão mudando, pois agora, os vemos construir suas casinhas não só com barro, pois está difícil de achar, mas com tudo, até pedacinhos de isopor.


Pobrezinhos!


É surpreendente constatar isso e também lastimável, mas ainda assim, estão aí para nos alegrar...


Tudo muda na natureza e até eles devem se adaptar às modernidades...


Que pensemos sempre nesse exemplo deles, o da adaptação às situações adversas, enfrentando de frente e que também tenhamos consciência para ponderar nossos atos que possam atentar contra a natureza.


E temos muitos...As escolhas estão aí, podemos optar.


A natureza nos dá tantas belezas como esses passarinhos, que ainda por cima, se pensarmos, nos dá também lições...


Vamos então, fazer nossa parte e preservá-la!(Chica)