Páginas

* Não é alegre, mas ...


Minha cabeça não para de pensar desde que a  visitei essa semana...

Saí de lá triste, com um pedaço doendo dentro de mim...

A cada vez que a vemos, notamos uma piora e depois, dá uma" levantada", parece para nos encher de esperanças...

Mas ninguém quer esperanças de que ela viva muito e muito tempo. Queremos a esperança que ela possa viver com dignidade.

Acho cada vez mais triste a cena...

Ela sempre foi toda arrumadinha, cheirosinha, unhas pintadas, cabelos arrumados... Ainda agora, não coloca camisola durante o dia pra ficar na cama. Chegamos lá e está arrumadinha, com roupas normais.Parece que assim, não passa a idéia de doente... Concordo com essa idéia!

Mas o que vemos é que a coisa está cada vez pior por lá.

Fiquei pensando ontem, no dia das mulheres, que ali estava uma delas e quem lembra disso?

Quem a vê como tal?
Ao redor dela, todas mulheres trabalhando pra mantê-la o melhor possível...

Triste isso!

Cada um de nós é como uma velinha e vamos nos apagando com o tempo de "acesas"...

Mas é uma pena ver esse apagar de vela assim sofrido.

Embora não haja a dor física ,há a dor da perda das capacidades de ir e vir, de estar só, de poder decidir se quer ou não quer, enfim, de DIGNIDADE..

Começamos nossos dias com os cuidados das mães ou avós, após, nós crescemos, temos filhos, cuidamos deles, chegam os netos...cuidamos também...

Sinceramente, não gostaria de me ver naquela situação acima descrita... Que a minha vela seja apagada enquanto eu estiver bem, sem depender de outros é o que peço.

Não quero, sei que é forte dizer isso, digo então, não gostaria, de me ver ali, numa cama, com a cabeça ainda pensante e o corpo não obedecendo...

Por favor, meu Pai. me dá essa graça! Sei que cada um tem alguma coisa reservada e que não cabe a ninguém decidir o que quer ou não, temos que aceitar.

Mas pelo menos, podemos  pedir certo as coisas e eu peço com todas as letras."Me leve enquanto eu ainda  for a chica..."

E assim vamos nós, tendo que ser fortes, passar energia , mesmo ficando tristes. É uma gangorra de sentimentos.Vamos  lá: caímos...passa um tempo, voltamos e assim vamos indo.Pena isso! Mas...

16 comentários:

  1. Triste mesmo Rejane, pena uma pessoa ter que passar por tudo isso, sofrem todos,o doente, a familia, portanto Deus escute as tuas, as minhas , as nossas preces, nao nos deixe assim, tenha piedade de todos nos, beijos, Heloisa.

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida Chica
    Sei o que sente... quando envelhecemos, já experimentamos o que passa sua mãe... meu pai passou... é a vida!!!
    Vamos seguir pedindo ao Pai que nos ajude a viver com dignidade... caso contrário nem vale a pena... é só estado vegetativo...
    É tempo de oração e vigilância!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  3. Oi querida
    Sim, é muito triste este apagar da vela, mas pelo que nos relata , ela ainda quer estar bem para quem a visita, Que lindo!. Minha mãe e meu pai faleceram rapidamente, é um baque, mas acompanhar o sofrimento também é muito doloroso. Como vc, o que mais temo é ficar dependente.
    bjs, forças....

    ResponderExcluir
  4. Sabe Chica, minha mamãe tem 84 anos.
    Sempre foi uma mulher de fibra, teve 11 filhos, criou 8 e agora, já faz 2 anos que está numa cadeira de rodas.
    Depende de todos para tudo.
    Ao olhá-la, penso, como é bom a gente ir e vir com nossas próprias pernas, coisa que ela não pode fazer mais.
    Também eu peço a Deus pra que não me deixe chegar nesse ponto.
    É muito triste e dolorido.
    Força minha amiga.
    Beijos no teu ♥

    ResponderExcluir
  5. Oi, mãe !
    É mesmo muito triste de ver a Oma assim !
    Desde pequenininha, eu lembro da Oma sempre arrumadinha, nunca estava sem o seu batom, e mesmo agora que ela está já com 84 anos e doente ela continua a querer se arrumar para receber as pessoas ...
    Eu também acho que todas as pessoas deveriam permanecer VIVAS, quando tivessem total domínio sobre a sua mente e corpos, pois depender dos outros, não é nada fácil e ninguém perderia a sua dignidade...
    Beijos,
    Tita

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga Chica,
    Concordo plenamente com tudo que você escreveu...
    É muito triste
    Muita força, amiga
    Tenha fé. Deus está cuidando de sua mamãe...
    Fique em paz e tenha uma boa noite
    Beijinhos da amiga
    Verena

    ResponderExcluir
  7. Chica,
    Só posso lhe oferecer meu entendimento.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Chica, sei como é. A minha mãe está se apagando lentamente, mas ainda gosta de se arrumar. O que a entristece de verdade é a incontinência urinária.
    Deus! Como somos humilhadas até nessa forma! (desculpa o desabafo).
    É uma situação constrangedora, totalmente incontrolável, ainda mais que ela é teimosa demais e demora ia ir ao banheiro.
    Dignidade deve ser a palavra de ordem da velhice, sem dúvida.
    Beijo em sua mãe!
    beijo!

    ResponderExcluir
  9. Chicamada...

    Bem sabemos o quanto é difícil ver as pessoas que amamos em situações como essa...

    Mas uma certeza a gente pode ter... O carinho, a proximidade, a dedicação e o amor sempre serão o bálsamo, a "recompensa" às limitações que acompanham o envelhecimento físico, porque alimentam e confortam o coração e a alma...

    Fiquei comovida diante do teu desabafo... Mais ainda por perceber que tua mãezinha está esnfrentando essa situação com toda a dignidade que soube colher pela vida...

    Um beijo enorme, meu abraço e carinho...

    ResponderExcluir
  10. Joaninha,

    Sempre me soube como um grande mosaico, onde os vários de mim se fundem para formar esse eu que muitos conhecem (ou pensam conhecer). E minha parcela espiritualista sempre soube falar, escrever e entender essas coisas do Karma, das Leis de Retorno e tudo mais que aproximam Criador e criaturas.

    O que nunca soube direito foi sentir essas coisas quando elas atingem pessoas verdadeiramente queridas. Até me esforço, mas tenho que admitir que sofro.

    Mas, sei também que alguns poderes (poucos é verdade), me foram confiados e, dentre eles, está o de poder esticar minhas mãos em qualquer direção.

    Assim, amiga, do alto de minha reconhecida ignorância sobre essas coisas mágicas e misteriosas da vida, deixo aqui minha mão esticada para o tempo em que você precisar.

    Meu carinho,
    Anderson Fabiano

    ResponderExcluir
  11. Ahhh, Chica querida, tantos de nós sabemos o que representa isto quando vemos nossos pais se apagarem para esta vida!
    É cruel sim, mas talvez por isso o esquecimento, a ausência deles mesmos nesta fase é que seja a ajuda divina para superar tudo isso.
    Eu só peço a Deus que não deixe minha mãe sofrer dores, isso não suportaria ver, mas envelhecimento é coisa normal e devemos aceitar com resignação.
    um abração carioca e ... vortei!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Chica, hoje andei pelos vários de teus blogs e parei aqui, neste texto onde contas a dor de todas nós. Pena que nossa partida não pode ser escolhida, sem dor e sem sofrimento para os que nos rodeiam. Mas tem de haver dignidade, amiga. E por ela devemos lutar. Sempre desejo que tudo seja conduzido – já que não temos alternativa -, dentro de um mínimo de sofrimento para as duas partes.

    Deixo aqui meu carinho e minha solidariedade. Teu texto me tocou, já que passei duas vezes por igual situação...
    Tais Luso

    ResponderExcluir
  13. Amiga, fala assim não! Acabei de falar com a minha mãe... Ela tem 82 anos e uma memória sensacional. Fico triste com toda a trizteza de envelhecer precisando de ajuda... mas, fico ao mesmo tempo sempre com uma necessidade enorme de ouvir sua voz....

    ResponderExcluir
  14. Amiga, fala assim não! Acabei de falar com a minha mãe... Ela tem 82 anos e uma memória sensacional. Fico triste com toda a trizteza de envelhecer precisando de ajuda... mas, fico ao mesmo tempo sempre com uma necessidade enorme de ouvir sua voz....

    ResponderExcluir
  15. Tenha certeza que Deus faz exatamente o que é melhor para cada um de nós. Receba meu abraço nessa dor que é ver, como você bem disse, uma "vela" queridíssima ir se apagando. Infelizmente a vida é assim. Força, amiga, para todos vocês.

    ResponderExcluir
  16. Tenha certeza que Deus faz exatamente o que é melhor para cada um de nós. Receba meu abraço nessa dor que é ver, como você bem disse, uma "vela" queridíssima ir se apagando. Infelizmente a vida é assim. Força, amiga, para todos vocês.

    ResponderExcluir

✿ Que isso possa ter deixado uma marquinha,ainda que seja bem pequenina , no seu dia, alegrando-o! ✿