Páginas

sexta-feira, 14 de maio de 2010

* Um voo que faz bem...



Querem coisa mais simples do que uma sobremesa assim?
Mamão com caldo e  pedaçosde laranja? Não.né?

Pois hoje,enquanto picava o mamão, minha cabeça voou,voooooooooooou longe, pois tudo atualmente, nessa idade é longe...Tudo faz séculos,rsrs...

Voltei pra tempo em que  npos almoços na casa de nossa vó Herta, chegava a Tia Hilda ,que morava na casa ao lado e se encarregava sempre de trazer as sobremesas.

Ela chegava carregando num lindo pote o mamão com caldo de laranja e pedaços dela,como se estivesse trazendo uma torta  das mais rebuscadas e complicadas.

O mamão era muitas vezes colhido no próprio mamoeiro de seu pátio, onde nós nos "encarapitávamos" pra fazer bolhas de sabão e/ou assustar e incomodar as  pobres galinhas do galinheiro ao lado...
E o sabor dele era diferente e maravilhoso!
Nuuuunca mais comemos igual e sabem o motivo?
O ingrediente com o qual salpicava o prato era o carinho.
Este dava um lindo e saboroso gostinho e ficou pra sempre...
Jánão existem mais ninguém dali,nem omamoeiro sobrou. Chegou a modernidade, as casas foram demolidas,mas nas lembranças,até descascando uma fruta, podemos viajar e voltar no tempo.Ainda bem! Isso ninguém nos tira!

8 comentários:

Heloísa Sérvulo da Cunha disse...

Chica,
Como são boas essas lembranças da infância. Tudo era simples, e tão gostoso.
Beijos.

NeusaMarilda disse...

Bom dia Chica! Menina que texto cheio de verdades.Tudo que fazíamos quando crianças tinha outro gosto...havia a inocencia e a simplicidade que temperavam a vida.Bjs..

Maria Emilia Xavier disse...

Lembranças...Recordações...Quando eu era garota minha mãe sempre falava com saudade de sua infância, do pai - ela perdeu a mãe ainda praticamente bebe, e o pai muito presente, era a figura que povoava seu universo infantil - e eu ficava olhando e achando que jamais teria essas coisas para conversar com meus filhos...Hoje, vejo o João Vitor me olhar do mesmo jeito que eu olhava para minha mãe, quando começo a contar minhas lembranças... Sorrio e ele me pergunta porque sempre sorrio e quando digo, ele me olha espantado e diz:" pôxa toda mãe adivinha o que a gente está pensando, é?".
Seu texto me fez muito bem, aliás hoje você "mirou em mim"... Obrigada. Texto lindo.

Anônimo disse...

Que delícia poder ter essas lembranças,Chica!Muito comovente seu texto!Bjs,

Anônimo disse...

E verdade, as lembranças tem cheiro e sabor inesqueciveis, beijos, Heloisa.

Sônia Silvino (CRAZY ABOUT BLOGS) disse...

Recordar coisas boas é ser feliz duas vezes!
Bjkas, muuuitas, amiga!

Verena disse...

É, Chica
Infelizmente não podemos voltar no tempo...Que pena!
Esta sobremesa parece deliciosa e refrescante
Vou fazer
Amooo frutas, em especial, mamão
Beijinhos carinhosos
Verena

gorettiguerreira disse...

Essa Chica é mesmo nosso "Patrimônio" n~e não?
Vi o apto do Gordo e que vidão hein!!!
Uma coisa é pensar em como era bom nossa infância e outra é comer esse delicioso prato "mamão com laranja.
Bjs lida amiga.
Goretti