Páginas

Acaba de nascer!!!

sábado, 23 de junho de 2018

♥ Dia a recordar...♥





Hoje, dia de São João...

Lá no céu, dia de festa...Meu pai faria 94 anos!

Na certa cada uma de nós suas filhas ( uma , a Sandra, já está lá com ele) recordará as festinhas que ele proporcionava nesse dia: Não podiam faltar os pastéis que ele sabia todas as melhores "mocas" de São Leopoldo para encomendar. Era uma farra!


Para nós, tinha que ter os pinhões, pipocas, rapadurinhas e bolos... Muito bom! 
Ou então, ele convidava para almoçar num restaurante. Lembro muito bem que essa data era tri esperada pelos nossos filhos, pois as" vacas eram bem magras" e almoços fora de casa, bem mais escassos!

Uma coisa puxa a outra e lendo um blog amigo, lá na Marisa Giglio, achei essa poesia...
Faz pensar nas fogueirinhas... Valeu relembrar!




" Um  homem da aldeia de Neguá , no litoral da 

Colômbia , conseguiu subir aos céus .

Quando voltou , contou .

Disse que tinha contemplado , lá do alto ,

a vida humana .

E disse que somos um mar de fogueirinhas .

- O mundo é isso -  revelou -.

Um montão de gente , um mar de fogueirinhas .

Cada pessoa brilha com luz própria  entre todas

as outras .

Não existem duas fogueiras iguais .

Existem fogueiras grandes e fogueiras pequenas 

e fogueiras de todas as cores .

Existe gente de fogo sereno ,

que nem percebe o vento ,

 e gente de fogo louco ,

que enche o ar de chispas .

Alguns fogos , fogos bobos , 

não alumiam nem queimam ;

mas outros incendeiam a vida 

com tamanha vontade  que é impossível 

olhar para eles  sem pestanejar ,

e quem chegar perto pega fogo ."



Eduardo Galeano 

in , " O Livro dos Abraços "






Que sejamos ao nosso modo, as melhores fogueiras que conseguirmos ser e que consigamos deixar foguinhos de recordações e saudades boas para os nossos, assim como nosso pai as deixou!


beijos e  lindo domingo de S.João!
chica

10 comentários:

Dalva Rodrigues disse...

Que belo post, adorei a a metáfora com a fogueira!
Devia ser uma bagunça com a turminha nas festas juninas, que bom ter estas recordações, lembrar o quanto os pais faziam por nós dentro de suas possibilidades.
Bom final de semana, Chica!!

Ivone disse...

Que linda postagem, me fez relembrar também a minha infância, tempos difíceis, mas com tantas coisas boas a serem lembradas!
Amei ler, ver, sentir as boas energias,pois é amiga, meu pai também não está mais por aqui, mas é inevitável relembrar as boas coisas que se vive em nossas infâncias!
Amei!
Abraços apertados e feliz dia de São João!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Adorei ler amiga Chica!
Quantas recordações no dia de São João,principalmente sendo o aniversário do seu amado pai.
Belíssima postagem.
Bjs e um ótimo final de semana.
Carmen Lúcia.

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida amiga Chica!
Uma postagem como gosto, cheia de reflexões e mensagem boa para se tirar proveito... muito bom ter um fogo abençoador!
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

Ailime disse...

Boa tarde Chica,
Magníficas lembranças de seu pai que fazia anos num dia lindo!
Como ele era bondoso e dedicado para convosco!
Posso imaginar as saudades.
O poema que partilha é belíssimo e nele tão bem se inspirou com uma linda mensagem.
Beijinhos e feliz São João.
Ailime

Patricia Merella disse...

Olá Chica! Eita meu irmão faz anos no mesmo dia. Meu pai também já partiu e São João lá em casa era também uma linda festa. Como é bom ter momentos felizes para recordar. A poesia é linda. Bom Domingo amiga,beijinhos!

Menina Prendada disse...

Olá Chica, família reunida é sempre regada de boas lembranças... Um xeru!

Sandra
https://pedacinhobysandra.blogspot.com

Anete disse...

Lembranças bonitas e alegres!
Uma reflexão animadora... Ser fogo ardente e vivificante... Brasas vivas e chamas 🔥 de amor...
Bjs

Berço do Mundo disse...

Aposto que ele sorriu lá de cima, ao ler a sua doce recordação e nostálgica homenagem. Espero que tenham vivido a festa com muita alegria nos corações.
Beijinho querida Chica
Ruthia

Maria Glória disse...

Adorei a postagem Chiquinha!
Que belas recordações familiares. As festas juninas jamais esquecemos, pois envolviam o nosso lar e escola. E recordações com os pais e irmãos, são as mais preciosas.
Delícia de leitura.