Páginas

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

♥ O desapego e... ♥


Águas claras, transparentes permitem um objeto alheio ao cenário ver.
Submergir e conseguir ficar em pé não é para qualquer um!
O dono não o soube valorizar!
Um só desafino, voou!
chica

Essa é minha participação no Projeto UMA IMAGEM, 140 CARACTERES

Participem também!  Basta clicar na  Mari

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Aproveitando, trago um pouco de nossos dias...

Fomos assistir a uma peça de teatro ,aproveitando os dias do Porto Alegre em Cena...

Essa peça em resumo é isso:

Três palhaços desempregados se reencontram quando se candidatam à mesma vaga de emprego. O clima saudoso e amistoso dos velhos amigos logo dá lugar a uma disputa acirrada pela sobrevivência.

Valeu! Gostamos muito!

(((o)))o(((o)))o(((o)))

Acho que várias vezes falei que nasci no Estado errado.

Adoro tudo do Nordeste e foi de lá que chegaram as saudades de comer os pudins de tapioca nos cafés da manhã dos hotéis .

Futriquei tanto que finalmente achei a tal da tapioca flocada , necessária pra ele confeccionar.

Achei e fiz: Ficou tri!

Já estava colocando na lista para trazer de lá quando formos novamente,rs..

Mas não precisou dessa "desculpa" pra lá voltar!😊😊😊😊😊




Teimosia às vezes faz bem!

Lindo fds pra todos! bjs, chica

22 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Bom dia, querida amiga Chica!
Estou aqui rindo e desejosa de comer o pudim de tapioca...
Se não conseguir, uma tapioca vai me contentar... fecharei meus olhos e sentirei o gostinho do pudim... o açúcar virá do coração que também ama tudo do Nordeste pois sangue nordestino corre nas veias e meu pai me ensinou a sentir muito sabor nos cuscuz e tudo de lá...
já fiz com calda, caramelado, mas o prefiro assim como você nos mostrou.
Sim, é difícil permanecer de pé se não for com a Força do Alto.
As provações vêm e vencemos pelo Poder do Bem que não nos falta ainda que insistam em tentar nos derrubar.
Bonita leitura muito edificante no começar do dia.
Tenha um excelente fim de semana!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

A peça de teatro devia de ter sido bem interessante.
Um abraço e bom fim-de-semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

DIMI disse...

Hello dear Chica!
Beautiful and interesting post! Wonderful pictures!
I would love to have a piece of a tapioca putting!
Have a lovely day and a happy weekend! Hugs!
Dimi...

Os olhares da Gracinha! disse...

Claro que faz!
...
Há muito que não vou ao teatro!
...
Esse bolo deveria ser acompanhado de receita 🤭

Os olhares da Gracinha! disse...

E gosto da participação... Bj

Heloísa Sérvulo da Cunha disse...

Esse seu pudim está tentador. Tenho usado bastante a tapioca, mas não conheço a flocada. Bjs.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Humm deliciaaaa!
Nunca fiz nada com a Tapioca,mas acho que vou fazer.rs
Bjs-Carmen Lúcia.

Sonia Tolfo disse...

Pôxa! Temos coisas em comum: adoro farinha de mandioca que misturo com tudo que posso - melado, café preto, carne ( é claro). Adoro tapioca!
Quanto ao violão, teu personagem foi tão ou mais radical do que o meu. kkk
Abraço! Bom final de semana!
Sonia

lenalima disse...

Eu também gosto, e pudim de tapioca flocada é bom demais.
Faz uns 10anos que não vou ao teatro.
bjsss

Toninho disse...

Que beleza de imagem da Mari Chica e sua inspiração com sabedoria.
Belo Momento de cultura é sempre lindo este incentivo à arte de encenação.
Gostei de ver a habilidade na cozinha.
Meu abraço

Ivone disse...

Amiga Chica, também amo o Nordeste, das vezes que fui sempre comi de tudo o que há por lá, em Chapada Diamantina tomei um suco delicioso, nunca achei em lugar nenhum, suco de cacau!
O pudim de tapioca, já fiz, tapioca, faço, o sol do Nordeste não existe em nenhum outro lugar!
Amei ler, ver, e o seu pudim, com certeza estava delicioso!
Abraços apertados!

Ailime disse...

Boa tarde Chica,
Magnífica a sua inspiração na imagem que é bem desafiante para a nossa imaginação.
Adorei ver você com seu marido e seu lindo netinho Neno, que está muitíssimo crescido!
Sobre esse pudim, pode enviar um pouco para mim?
Não era, mas deve ser da idade, ando muito gulosa rsssss.
Beijinhos e um lindo fim de semana.
Ailime

Mari B. disse...

Chica, que linda participação! Amei a descrição que fizestes.. um pequeno desafino e o dono do violão não valorizou, porém o objeto caiu.. de pé. Assim temos de ser na vida.

Gostei de saber sobre a peça de teatro, deve ter sido muito interessante! E tapioca.. ah, nunca cheguei sequer perto do Nordeste, mas amo tapioca, vivo fazendo aqui em casa.
Abraços e tenha uma linda semana!

Dalva Rodrigues disse...

Fui poucas vezes ao teatro, mas todas, adorei,imagino o quanto se divertiram, o tema é muito bom!

Seu pudim ficou lindo...delícia!
Pobre instrumento...poderia ter tido um fim mais útil, uma decoração...Acho que cumpriu sua missão, se foi aproveitada, isso não sabemos.

RECOMENZAR disse...

es un placer leerte aunque cuando uno traduce se pierde parte de tu magia

Zizi Santos disse...

. Pelas carinhas dos palhaços a peça deve ser bem interessante . E eu me pergunto : qual foi o final ! Rs fico logo curiosa . Emprego não está fácil !!! Hoje não trabalhei e o responsável pela feira ficou muito aborrecido pois avisei em cima da hora . Mas sabe , eu estava cansada . Aí resolvi ficar mais cansada e caminhar com o marido . 😂 Não me arrependi .
O tempo rendeu pois volto da feira tão esbodegada que só penso em cair na cama .
Mas voltando ao comentário :
Amo tapioca é esse pudim deve ter ficado ótimo . Regue com leite condensado pra ficar mais light 😇
Também tenho a sensação de que deveria ter nascido em outro lugar . Tipo onde houvesse framboesas e mirtilos a vontade sabe ?

Bjs Chica !

Estação Cigana disse...

Ai que delícia de pudim!
Deu vontade,rs.
Parabéns pela participação e postagem!
Abração com carinho

Betty Gaeta disse...

Oi Chica,
Já tinha visto este seu pudim de tapioca e babei. antigamente era comum encontrar nas prais do Rio de Janeiro.
Beijos

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Chica. Gostei da tua participação.
Quando não valorizamos algo ou alguém, o fim e esse mesmo.
Para encontrar novamente o valor que merecemos pode ser difícil, mas conseguiremos.
Nada como morar em um lugar onde cremos que nos encaixamos. Essa empatia para mim, chama-se alma.
Nunca comi pudim de tapioca.
Tenha uma excelente semana.

Ah, se puder e quiser, passe no Divas da Poesia.
Escrevo la com Banda Olliveh.
Acho que as pessoas não o conhecem muito bem.
Grata.
Beijos na alma.
https://divasdapoesianaturalmente.blogspot.com/?m=1

Patrícia Pinna disse...

Nanda.
Cada vez mais esra complicado o mundo da Blogosfera em termos de interação.
O Carinhos em Selis está com problemas, não consigo postar, abre uma página louca. Toninho acha que é vírus, disse que veria. E lá que posto as BC's, sinto falta...

Patrícia Pinna disse...

Correção do nome da Banda, Chica. Nem sei o que está havendo com esse teclado, vi alguns erros, desculpe.
Bjs.

Patrícia Pinna disse...

Nanda Olliveh