Páginas

Acaba de nascer!!!

domingo, 16 de setembro de 2018

♥BC “Na casa da Vizinha” – Blogagem Coletiva Mensal 2 ♥



Hoje o tema da 2 BC Na casa da vizinha é esse:

“Filhos e o “Criar Asas” tão cedo!

Vejam lá na e na Cris e participem!


(((o)))o(((o)))o(((o)))


Um tema que dá frio na barriga!

Sempre fui uma mãe que parecia a galinha com os pintos... Vontade de poder guardá-los sob nossas asas, mas...

Na época em que os meus foram criados não haviam festas de pijama, coisas assim.

Era tudo na simplicidade.

Lembro de situações em que um deles ia passar dias na casa de amigos na praia.. Era danado de esperar, mas sabia que estava bem cuidado e aproveitando bem.

Mas a pior situação foi a de chegar a hora do filhão partir em busca de vida melhor com oportunidades no exterior.

Fez o caminho inverso do meu marido e foi pra Itália.

NAQUELE e nos dias que seguiram à partida foi um barra. Fiquei sem chão. E nao havia toda essa tecnologia de hoje.

Eu nem havia chegado perto de computador, imaginem!

Era só por carta e telefonem internacional! Dureza!

Mas entreguei ao universo e deu certo...

Ele da Itália, após casado, foi pra Inglaterra ,voltou ao Brasil com a família pra ficar perto num momento em que estive doente e daqui saiu apavorado com a familia, após assaltado com arma na cabeça e filho no colo.

Hoje ele e esposa moram em Dubai, mas os filhos já fazendo os seus próprios caminhos... Assim é a vida!!!

Temos que aprender a soltar nossos balões...

Não é fácil! mas sobrevivemos!

Já estou na fase de ter que soltar netos ...

Daí é foooooogo demais pois o mundo mudou pra muito pior e a insegurança avançou, o que nos preocupa ainda mais. Porém, sei que não há o que fazer e que só descansaremos nossas cabeças após ter filhos, na hora em que formos dessa pra outra,rs...Será?? TOMARA!!!

beijos,chica

20 comentários:

DIMI disse...

Hello dear Chica!
I agree with your thoughts!
The world is changing for worse and we must be very close to our family and grandchildren! Have a lovely day! Hugs!
Dimi...

Bolhinhas de Sabão para Maria disse...

Bom diaaaaaa Chica!!! Ai ai ai.. eu acho que sim.. só desta pra melhor ahaha... Tem que rir um pouquinho né, caso contrário a vida fica dura demais..

Que triste o que aconteceu com seu filho... esse Brasil que não recebe os seus filhos bem... Meu Deus..
Todo lugar tem seus defeitos, mas dizem que Dubai é um lugar impar..

Chica, acho que toda mãe é igual, tem aquele sentimento profundo de perda, seja na hora de uma saída simples, uma viagem de dias, ou a saida definitiva... Parece que o coração já vai se moldando à dura realidade que chega..

Que me julguem, mas nunca engoli a frase que "os filhos foram criados pro mundo", embora soubesse no fundo que no fundo ela tem uma verdade horrenda rs

Você tem mais filhos, agora seus netos, sim, todos partem, mas estará sempre rodeada deles, imagine eu somente com Maria... Se ela resolve não casar ou não ter filhos... estou frita e lascada rsss

Amei ver seu relato, vamos encontrar muitas mamães sofrendo por aí rsss com esse momento que é mais que natural na vida de todos... um dia nós saimos de casa e deixamos nossos pais assim, agora são eles..

Muito obrigada por mais uma participação.. Muito bom ter você lá e vir aqui...Seu link já está la..

Feliz Domingo Chica!

Beijos

Tê e Maria ♥

Calu B. disse...

Chica querida,
me vejo em cada declaração tua, tão semelhantes foram as nossas vivências em mesmas situações.Faço eco aos teus sentimentos, embora meus netos ainda sejam crianças mas, desconfio que sentirei igual temor quando abrirem suas asas.
Bom domingo e igual semana.
Bjo,
Carmen

Andréia Gomes disse...

Oi Chica!

Não deve ser fácil mesmo toda essa distância! Confesso que não consigo pensar nisso ainda rs. Mas o certo é que nossos filhos depois de todo nosso ensinamento trilham os próprios caminhos né?

Beijo!

Coisas da Lara disse...


adoro Chica suas colocações! E sair pra viajar.... é um presente para os filhos né. Bjus

Prosa de Mãe disse...

Chica, como nossas experiências são semelhantes apesar de ter sido a muito tempo atrás...
O ficar sem chão é o sentimento que senti qd o pequeno aqui viajou com os padrinhos... e lá vem você e conta dessa ida para o exterior... ai coração aperta mais ainda,
Mas, eles irão...e temos que prepará-los pra isso e tb nos preparar, obrigada por participar, bjs, Cris

Ana Paula disse...

Você me fez foi lembrar das fichas telefônicas DDI ( tô aqui gargalhando ! ) mas agora a gente ri... Bernardo tem falado em trilhar um caminho semelhante ao do teu filho e aí a gente tem que fortalecer as asas deles e mantermos fortes nossos corações...
Muito enriquecedora tua participação. Seguimos agora com os filhos crescidos, os adolescentes, a pequena Marina com seu grande sorriso!
Bom domingo!

Anete disse...


Muito boa a tua participação. Filhos a gente ama, cria ..., mas eles voam e precisamos prepará-los para voos altos e distantes... Rsss, a hora da "largada" não é fácil, é impactante e surge um tempo de novas emoções para nós... Um dia fizemos o mesmo com os nossos pais!
... A vida é um eterno prosseguir! O jeito é dosarmos sempre os sentimentos e tirarmos lições "das aventuras" do caminho... UaUuuu!...
Bom domingo... Bjs

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Boa tarde amiga Chica!
Deve ser muito difícil ficar separada dos filhos,eu também sou muito preocupada,aliás sempre fui.rs
Bela participação.
Bjs-Carmen Lúcia.

Roselia Bezerra disse...

Boa Tarde, querida amiga Chica!
Tive que orar e pedir a Deus a Graça do desapego. do contrário, não ia, emperrada...
Deu certo e livres estamos eles e eu.
Só sabe quem passa por isso.
Tenha dias felizes e abençoados!
Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem

Dalva Rodrigues disse...

Ser mãe é um dos aprendizados mais difíceis...e sem fim! Ver os filhos seguindo seus caminhos da honestidade e caráter é uma realização, pode estar longe o quanto estiver.
Um abração, querida, Chica!!

Zizi Santos disse...

Olá Chica
Você doentinha, não sabia
Lamentável que tenham ido mas é como vc falou entregou para o universo é assim ainda tem os outros Betos aqui no Brasil . Também poderão seguir outros caminhos , mas estarão perto do coração
Lembro quando meu filho casou , morando em outro estado e me enviou um texto onde narrava que a águia ensinava um a um os filhotes a voar . Empurrava os lá de cima do ninho . E eu chorei mas compreendi . É assim a saudade ficou mais leve .
Gostei demais da sua sincera participação!

Bjs

Zizi Santos disse...

Digo netos e não Betos ,

Heloísa Sérvulo da Cunha disse...

Chica, realmente é muito difícil quando os filhos criam asas e vão para longe. Mas não há como fugir disso. No início é muito doloroso. Com o tempo, como em tudo, vamos nos adaptando. Beijos.

Majo Dutra disse...

Grandes e carinhosos abraços, querida Amiga.
~~~~~~~~~~~~~~

Toninho disse...

Belo depoimento Chica e com experiencia sempre muito a contribuir nesta bela ideia das meninas. E vejo como cresceram os netos e asas livres, mas com belos planos de voo.
Abraços amiga na boa semana.

Pedro Coimbra disse...

O instinto faz-nos querer ter os filhos sempre perto.
O cérebro explica-nos que não pode ser assim.
Bjs, boa semana

Berço do Mundo disse...

Eu estou a criar um pequeno nómada, então já viu, né? Imagino quando ele chegar à universidade, colocar uma mochila às costas nas férias e dizer-me "vou ver o mundo, mãe"... Eu acho que faço a minha mochila e vou junto!
A solução é deixar mesmo nas mãos de Deus.
Beijinho para a mãe e avó coruja
Ruthia

Juliana Pelizzari Rossini disse...

Oi Chica tudo bem.
Aqui é a Ju, vim apreciar seu post do BC, e quanta experiência você passou né... Realmente antigamente tínhamos poucos recursos para manter contato, o que acabava deixando o coração de mãe super aflito né...
Antes as coisas eram mais tranquilas também, em vários aspectos... Mas o melhor a fazer é entregar nas mãos de Deus, porque quando chega uma certa idade cada um segue seu rumo, seja perto ou longe...
E que bom que a família está bem, os netos... A gente sofre um pouco com preocupações, saudades, mas se está tudo bem a gente fica bem também...
Bjs
Ju

Ailime disse...

Boa tarde Chica,
Excelente a sua participação nessa BC!
Não é fácil não, quando os filhos voam para longe e agora no seu caso, os netinhos!
Tenho experiência de filho longe já há bastantes anos e quando partiu pela primeira vez, o meu coração se sobressaltou muito e ainda hoje se penso demasiado fico doente.
Temos que pensar que essa hora chega e eles têm que voar em busca dos seus ideais, de um futuro melhor.
Agora estou só com o meu marido. O outro filho voou também, mas está por perto e mesmo assim estou sempre em cuidados. Só Deus na causa para nos ajudar a ultrapassar.
Beijinhos e continuação de uma linda semana.
Ailiume